Terceira Idade

09/05/2015 01:34 - Atualizado em 03/12/2016 04:17

Bocha diverte e pode ser arma contra o sedentarismo

Bocha é um jogo acessível, que pode ser disputado por idosos e por pessoas com deficiência.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Não com o nome de bocha, mas como uma prática muito semelhante, esse jogo surgiu alguns séculos antes de Cristo. No início, eram utilizadas bolas de pedra para a atividade, que passou a ser inserida nos Jogos Olímpicos ainda na Antiguidade.

No século 16, os aristocratas eram grandes disseminadores da prática, principalmente na Itália e na França, onde recebia a denominação de petancaA partir dos anos 1970, a bocha foi registrada nos países nórdicos e adaptada especialmente para pessoas com algum tipo de deficiência.

Ela passou a ser disputada inicialmente apenas por pessoas com paralisia de grau severo no cérebro, com comprometimento motor dos quatro membros e uso de cadeira de rodas. Hoje, ela já é um esporte aberto para gente de várias idades. Saiba mais sobre esse jogo.

bocha

Como se joga bocha?

O objetivo do jogo de bocha é lançar bolas de cor azul ou vermelha, cada uma delas representando um competidor, o mais próximo possível de uma bola branca, o alvo. Cada bola que chega mais perto recebe uma pontuação. Vence quem obtiver mais pontos.

Cada partida individual tem quatro etapas parciais, sendo que, em cada uma delas, a pessoa deve lançar seis bolas. Se o jogo for em duplas, então cada participante deve jogar três bolas, também na divisão de quatro parciais. Uma partida em trios é dividida em seis parciais, com duas bolas por atleta.

As partidas se dividem em ends (as parciais), e o número pode mudar conforme a quantidade de participantes em campo.

Quando a disputa é entre pessoas com deficiência física, é permitido utilizar as mãos, os pés, a cabeça e, inclusive, instrumentos de auxílio - ou ajudantes, quando o comprometimento dos membros é muito grande.

Benefícios da bocha

Muitas vezes, as pessoas da terceira idade acreditam que a bocha seja um jogo desgastante e que exige bom preparo físico. Porém, ele costuma ser bastante seguro também para os idosos, pois não provoca impacto na coluna ou no joelho.

Também não é um jogo que exija corridas, o que evita a fadiga comum de outros esportes competitivos. Além disso, não é preciso estar em forma para jogar, apenas com boa disposição.

Combatendo o sedentarismo, a bocha também traz benefícios sociais e mentais, podendo ser praticada em qualquer etapa da vida. Ela favorece os relacionamentos entre as pessoas e evita o isolamento, prevenindo a depressão comum da terceira idade.

As competições proporcionadas por esse jogo costumam lançar desafios benéficos à saúde, que elevam o bem-estar e desenvolvem capacidades motoras mais aprimoradas. Ele pode ser disputado por pessoas de qualquer idade, peso ou limitação mental e física.

O jogo também demanda boa capacidade de planejamento, já que os participantes devem tentar posicionar a maior quantidade possível de bolas perto do alvo. Dessa forma, a concentração, a visão e a coordenação são estimuladas.

Nas pessoas com deficiência motora grave, é possível desenvolver novas habilidades, sendo o jogo uma forma alternativa de terapia.

Que tal praticar na cancha mais próxima? Deixe seu comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades para melhorar a qualidade de vida aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
jogos
idosos
coordenação motora
deficiência

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ