Terceira Idade

09/07/2014 08:00 - Atualizado em 22/11/2016 12:28

Atividade física é vital na terceira idade. Veja exercícios

Atividade física pode prevenir doenças e aumentar qualidade de vida em idosos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A atividade física é essencial em qualquer idade. Embora estejam muito associados à forma física, os exercícios podem colaborar enormemente para a saúde do organismo. Na terceira idade, então, podem auxiliar na prevenção de doenças e aumentar a expectativa de vida.

Atividade física para a terceira idade

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Os benefícios da atividade física na terceira idade estão relacionados ao aumento da qualidade de vida, à reaproximação social, à busca da independendência, à resistência física, ao equilíbrio e à melhora e tratamento de doenças como diabetes, cardiopatias, osteoporose, hipertensão, entre outras.

Na terceira idade, os exercícios físicos reabilitam condições físicas e previnem problemas. Qualquer atividade cardiorrespiratória aumenta a resistência, incrementa a força muscular e reforça o sistema cardiovascular, três pontos muito sensíveis à saúde em uma idade mais avançada.

Por isso, os exercícios físicos têm ligação direta com a longevidade dos idosos. E dependendo da atividade, eles também se beneficiam de ligações afetivas e sociais com outras pessoas de faixa etária similar em seu dia a dia.

Atividade física no dia a dia

Em muitos estudos, observa-se que os idosos ativos aprimoram a sua capacidade cognitiva, além de obter ganhos em quase todas as sus movimentações cotidianas. Com os exercícios físicos, o idoso pode executar melhor suas atividades de vida diária a partir do aumento da força muscular, da flexibilidade, da resistência e da composição corporal.

Exercícios para a terceira idade

Todos os indivíduos com idade avançada e condições físicas devem praticar algum tipo de atividade. A escolha depende basicamente do prazer do idoso ao praticá-la e da condição física na qual ele se encontra.

A atividade física é imprescindível, mas deve ser precedida por uma avaliação médica com clínico, cardiologista ou especialista em medicina do esporte.

Confira algumas opções:

Natação

Nadar faz bem para os idosos, porque queima calorias, trabalha a parte aeróbica sem impacto e fortalece os músculos, além de proteger as articulações, ajudando a tratar doenças como artrite e osteoartrite.

Caminhadas ou corrida

Caminhar e correr trazem muitos benefícios para o equilíbrio e para a respiração. Os idosos que procuram ser beneficiados por essa atividade podem realizá-la três vezes por semana, e necessariamente devem contar com acompanhamento profissional, para regular a intensidade da atividade.

Outros exercícios aeróbicos

Alguns exemplos são esteira, bicicleta ou caminhada em pista. Deve-se manter um monitoramento do treino com intensidade moderada e controle cardíaco, a fim de antecipar qualquer problema cardiovascular e minimizar os riscos ao máximo. 

Pilates e yoga

Essas práticas, além de reduzirem o estresse e aumentar a sensação de bem-estar, treinam força, flexibilidade e melhoram a postura do idoso. Vale ressaltar que são atividades que não geram impacto às articulações, um dos fatores mais importantes na escolha do exercício.

Musculação

Na musculação, deve-se dar mais atenção às repetições do que aos pesos. Qualquer peso demasiado pode prejudicar as articulações. Não se pode esquecer do alongamento antes e depois da prática.

Lembre-se: Todas as atividades acima reúnem diversos atributos interessantes para a prática na terceira idade. Mesmo assim, é necessário que todo idoso seja avaliado devidamente antes do início em qualquer uma das modalidades.

Você, idoso, que já pratica algum tipo de exercíco físico, conte-nos um pouco o que que você tem achado, e se tiver outras dicas também de outros esportes e exercícios deixe um comentário.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ