Terceira Idade

25/06/2014 09:00 - Atualizado em 04/12/2016 12:01

Arma contra o Alzheimer, neuróbica é ginástica para o cérebro

Neuróbica pode prevenir doenças neurológicas na terceira idade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você está cansado de saber da importância de cuidar do corpo, com exercícios regulares e alimentação balanceada. Muito menos se fala da preocupação com a saúde do cérebro no dia a dia. Talvez esteja na hora de conhecer a neuróbica, uma espécie de ginástica cerebral que pode prevenir doenças como o Mal de Alzheimer.

O que é a neuróbica

A neuróbica é uma estratégia para o indivíduo gerar novas sinapses cerebrais, melhorando o desempenho do cérebro como um todo. Sua execução se dá por meio de desafios que colocamos para o nosso cérebro diariamente, na nossa rotina. Assim, oferecemos ao cérebro experiências inesperadas, usando combinações de sentidos que estimulam padrões de atividade neural e criam conexões entre diferentes áreas do nosso cérebro – e as células nervosas produzem as neurotrofinas, nutrientes naturais do cérebro.

Foto: Shutterstock Foto: Shutterstock

Engana-se quem pensa que esquecer nomes, locais, números e outras informações com frequência é coisa que acontece apenas com pessoas de idade avançada. Esse esquecimento acomete principalmente quem já passou dos 40 anos de idade, sim, mas também pode acontecer com gente de qualquer idade e condição social. Aí podemos notar a importância da neuróbica, que é capaz de desenvolver as conexões cerebrais, mantendo o seu cérebro ágil e saudável.

Adoção da neuróbica

O cotidiano é repleto de ações mecânicas que não estimulam o esforço mental. Com a repetição de processos, essas atividades passam a ser realizadas de maneira praticamente automática. Assim, a neuróbica busca agir para contrariar a rotina, obrigando o cérebro a um trabalho adicional.

Um exemplo é tomar banho de olhos fechados. Dessa forma, você utilizará a memória visual e espacial para localizar o sabonete e xampu, ouvir quando o chuveiro aqueceu, sentirá mais o aroma dos produtos e a aspereza da bucha, entre outras sensações. Essa prática pode ser utilizada também para outras tarefas diárias na sua casa, desde que não se trate de uma atividade potencialmente perigosa.

Outra ação simples e básica para o exercício de neuróbica é mudar o caminho de ida ou retorno de casa para o trabalho. O objetivo não é apenas você se localizar geograficamente relacionando um ponto com outro, mas acionar áreas de associação, descobrindo lugares, lojas, bares e pessoas que existem em um outro trajeto que você ignorava por estar condicionado a um caminho viciado.

Realizar atividades com a mão contrária à que você costuma utilizar é outro bom exercício. Se segura a escova de dentes com a mão direita, procure usar a esquerda. Troque de mãos também ao pentear os cabelos, fazer a barba, aplicar maquiagem, abotoar roupas, comer ou até mesmo usar o controle remoto. Isso vai fazer o outro lado do cérebro ser ativado no momento dessas atividades.

Exercícios da neuróbica para o dia a dia

Veja outros exemplos de atividades de neuróbica que você pode começar a praticar:

- Caminhe de trás para frente na sua casa

- Estimule o paladar comendo coisas diferentes e tentando identificar os ingredientes

- Veja fotos de cabeça para baixo e tente observar cada detalhe que antes passava despercebido

- Consulte as horas em um espelho

- Converse com o vizinho com quem você não costuma falar

- Troque o mouse de lado ao manusear o computador

- Decore uma palavra nova por dia, no seu idioma ou em outro, e incorpore-a aos poucos nas suas conversas.

Gostou do artigo ? Deixe seu comentário !

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ