Terceira Idade

08/07/2015 03:20 - Atualizado em 08/12/2016 02:51

Aprenda 5 exercícios de alongamento para idosos

Atividade ajuda a melhorar a coordenação motora, o equilíbrio e a flexibilidade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Manter uma prática regular de exercícios físicos traz benefícios em todas as fases da vida. Quando chega a terceira idade, eles são ainda mais importantes. É comum surgirem algumas limitações físicas e problemas de saúde, mas, com algumas atividades específicas, como os exercícios de alongamento, é possível diminuir esses efeitos e viver com qualidade de vida.

No entanto, vale lembrar que, para praticar qualquer tipo de treino, o idoso precisa ter alguns cuidados. A indicação e o acompanhamento de um profissional é indispensável. Respeitar as características e as limitações físicas individuais, também.

Benefícios dos exercícios de alongamento

Com a realização de exercícios de alongamento todos os dias, os idosos se sentem com mais energia e disposição. Ainda, as dores tendem a ser menores. Os movimentos são simples, sem impacto e podem ser feitos em casa mesmo, desde que sejam executados corretamente e respeitando as limitações físicas do praticantes.

Os benefícios podem ser sentidos na melhora do equilíbrio, do fortalecimento da musculatura, da coordenação motora, da flexibilidade e da agilidade. Esses efeitos acabam facilitando também a realização de tarefas simples do dia a dia, como caminhar, abaixar, levantar e carregar algum peso.

Com isso, também diminui o risco de quedas, um dos problemas mais comuns na terceira idade. Os exercícios de alongamento ajudam a a fortalecer os músculos e as articulações do corpo, o que melhora a capacidade de locomoção do idoso.

exercicios de alongamento

Dicas de exercícios de alongamento para idosos

1. Você pode fazer esse exercício em pé, com os joelhos levemente dobrados, ou sentado, mantendo as costas alinhadas e uma postura correta. Cruze os dedos das duas mãos acima da cabeça, com as palmas viradas para cima, e estique os braços até onde conseguir, mantendo-se assim por 15 segundos.

2. Na mesma posição do exercício anterior, cruze os dedos das mãos, agora atrás das costas, apontando as palmas para o chão e esticando os braços levemente, até seu limite. Mantenha por dez segundos.

3. Sentado e também com as costas alinhadas e postura correta, aponte o queixo para um dos ombros, sem abaixar a cabeça, mantendo em rotação máxima para seu limite por dez segundos. Em seguida, repita para o outro lado.

4. Esse é um dos exercícios de alongamento para se fazer deitado. Com a cabeça e a coluna bem alinhadas e retas, estique braços, mãos e dedos acima da cabeça. Permaneça assim por 20 segundos.

5. Também deitado e com a cabeça e a coluna bem apoiadas, dobre uma das pernas em direção ao peito, puxando-a com as mãos e os dedos entrelaçados pelo joelho. Mantenha por 15 segundos e repita com a outra perna.

Cuidados para praticar os exercícios

É importante sempre adotar alguns cuidados para realizar os exercícios de alongamento, como a avaliação e a indicação de um profissional. Principalmente para aqueles idosos que possuam problemas nas articulações, na coluna ou nos ossos, um médico deve liberar a prática da atividade, indicando os melhores movimentos e a frequência com que devem ser feitos.

Outra dica para garantir a prática com segurança é ir até uma academia com aulas direcionadas para a terceira idade. Essa também é uma maneira de aprender a execução correta dos movimentos para praticar depois em casa. Vale lembrar que a atividade não deve ser dolorosa. Em qualquer sinal de incômodo, interrompa o procedimento e procure um médico.

Gostou das dicas de exercícios de alongamento para idosos? Deixe seu comentário! E confira aqui no Vivo Mais Saudável mais opções de atividade física.

TAGS
exercícios para idosos
equilíbrio
flexibilidade
força muscular

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ