Terceira Idade

12/10/2015 08:51 - Atualizado em 30/11/2016 11:50

Alongamento para caminhada pode evitar lesões

O hábito melhora a flexibilidade e diminui o desconforto muscular após a atividade física.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Manter uma vida ativa na terceira idade é muito importante para desfrutar de um corpo saudável e de mais qualidade de vida. O alongamento para caminhada é um dos hábitos positivos a serem incluídos na rotina de exercícios.

Cerca de 30 minutos de caminhada por dia podem aumentar a expectativa de vida, além de melhorar significativamente o desempenho em tarefas do cotidiano. Porém, o exercício deve ser feito de maneira correta para evitar complicações. Entenda por que incluir o alongamento no treino.

idosa fazendo alongamento para caminhada

Importância do alongamento para caminhada

O alongamento para caminhada trabalha os principais grupos musculares, estimulando braços, coxas e pernas. Exercícios desse tipo são importantes para manter os músculos fortalecidos. Assim, a pessoa pode suportar melhor as sobrecargas decorrentes da atividade física.

O atleta deve se alongar de forma lenta e gradual, mantendo cada posição por um período entre 20 e 30 segundos, ou de acordo com a orientação do instrutor. O fisioterapeuta Régis Severo explica que o alongamento é muito importante para a saúde, pois contribui para a melhora da flexibilidade muscular, auxiliando na prevenção de dores e lesões.

O profissional alerta que sua importância vai além do momento pré ou pós-exercício, devendo ser realizado diariamente. "O alongamento antes da realização de uma atividade física vem sendo mais estudado ultimamente, porém não se tem um consenso a respeito dos seus reais benefícios na prevenção de lesões ou na melhor eficiência do trabalho muscular", explica.

Por outro lado, quanto ao alongamento após a realização do exercício, parece não haver dúvidas a respeito de sua importância na redução do desconforto muscular decorrente da prática do exercício. De maneira geral, um corpo flexível é capaz de suportar melhor as sobrecargas do dia a dia, mantendo uma postura corporal melhor e reduzindo os riscos de lesões.

Saiba Mais
Como se preparar para uma caminhada
Aprenda 5 exercícios de alongamento para idosos
Caminhada e corrida proporcionam benefícios diferentes

Os possíveis riscos de não realizar o alongamento antes da caminhada seriam principalmente as lesões musculares e o desconforto após o exercício, mas "isso varia muito de pessoa para pessoa e também de acordo com a intensidade e a duração da atividade", comenta o fisioterapeuta.

Ou seja, mesmo se alongando, o atleta ainda corre o risco de se lesionar, pois outros fatores estão envolvidos. As chances para um problema desses estão ligadas também à idade e ao nível de condicionamento físico, não apenas à prática do alongamento antes da atividade.

Régis ressalta que é sempre importante buscar a orientação de um profissional especializado antes de começar uma rotina de exercícios. Ele verifica a intensidade, a frequência e a duração adequada da atividade. É o instrutor, ainda, que determina os alongamentos que podem ser realizados em cada caso.

Outros exercícios essenciais

Exercícios aeróbicos como caminhada, ciclismo e aulas de hidroginástica colaboram para um envelhecimento mais saudável, auxiliando na manutenção da força, da flexibilidade e da postura. Eles também previnem declínios funcionais e o surgimento de doenças crônicas comuns ao processo de envelhecimento.

"Manter uma rotina de exercícios traz ganhos para a saúde global das pessoas, proporcionando mais qualidade de vida", sintetiza Régis.

Você pratica alongamento antes e depois da caminhada? Nota alguma diferença no desempenho? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
benefícios d caminhada
flexibilidade
lesões musculares
desconforto muscular

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ