Musculação

30/04/2015 10:49 - Atualizado em 07/12/2016 05:35

Saiba tudo sobre o ZMA, o suplemento da vez

Ele pode substituir produtos pró-hormônios, pois aumenta os anabólicos de forma segura e natural.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O suplemento ZMA está fazendo cada vez mais sucesso entre os atletas. A sua fórmula revolucionária possui concentrações em medidas especiais, que ajudam a aumentar os hormônios anabólicos de forma segura e natural.

Com isso, os praticantes de exercícios físicos aumentam os níveis de testosterona, além de melhorar o ganho de massa e força muscular, a qualidade do sono, o fortalecimento do sistema imunológico e a aceleração do metabolismo.

zma

Entenda como o ZMA age no organismo

Os suplementos alimentares servem para complementar a nutrição do organismo, suprindo deficiências de vitaminas e nutrientes que não são totalmente fornecidos pela alimentação. Além disso, contêm propriedades de forma mais concentrada, potencializando efeitos e melhorando diversos fatores, de acordo com a formulação e a indicação.

O ZMA é um suplemento que combina concentrações de zinco, magnésio e vitamina B6, que ajudam a aumentar os hormônios anabólicos.

Para quem faz musculação ou pratica atividades esportivas, essa combinação de nutrientes é indispensável para atingir os objetivos de desempenho e de ganhos musculares. O suplemento promete aumentar a testosterona em até 30% de forma natural.

Os níveis de testosterona do organismo sempre seguem os níveis de zinco e magnésio. Ou seja, se uma pessoa estiver com deficiência de algum desses dois nutrientes, é possível que a quantidade de testosterona também esteja abaixo do seu máximo natural. Por isso, tomar ZMA pode aumentar o hormônio.

A falta de magnésio ou zinco é uma das carências nutricionais mais comuns entre adultos saudáveis. Também é frequente em praticantes de musculação, pois os atletas perdem grande parte desses nutrientes durante os treinos.

O uso do suplemento é benéfico, principalmente, nas primeiras semanas, até que os níveis dos nutrientes e, consequentemente, de testosterona cheguem ao máximo.

Como incluir o ZMA na dieta

Além do aumento da produção de hormônios anabólicos, como a testosterona, para ganho de força e massa muscular, o ZMA também colabora para a melhora do relaxamento durante o descanso. Isso oferece mais qualidade para o sono e pode ajudar no processo de recuperação do tecido muscular no pós-treino.

O ZMA tem algumas vantagens sobre os produtos pró-hormonais. Uma delas é que não precisa ser utilizado em ciclos, como acontece com os pró-hormônios para reduzir a probabilidade de efeitos negativos à saúde. Ele pode ser usado sem intervalos, e não causa nenhum dos efeitos negativos frequentemente associados ao uso desses outros produtos.

É indicado tomar 30 minutos antes dos treinos e 30 minutos antes de dormir, de preferência de estômago vazio. A quantidade pode mudar de acordo com a marca, por isso é preciso seguir as instruções na embalagem de cada fabricante.

Outra dica é evitar o consumo antes ou depois de ingerir alimentos que contenham alta concentração de cálcio, pois eles podem interferir na absorção dos nutrientes.

Em geral, o suplemento não possui contraindicações e pode ser utilizado por todas as pessoas que façam treinos de musculação e esforço físico. Porém, é importante sempre procurar a orientação de um médico ou nutricionista antes de começar a consumir qualquer tipo de suplementação alimentar.

Gostou da novidade para potencializar seu treino? Então deixe um comentário! E não esqueça que sempre tem novidade sobre atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
suplemento
musculação
zinco
testosterona

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ