Musculação

06/08/2014 09:00 - Atualizado em 04/12/2016 09:39

Refeição pós-treino de musculação: Como preparar o seu cardápio de forma correta

Fazer uma refeição pós-treino equilibrada ajuda a potencializar resultado da musculação.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um dos momentos mais importantes para quem pratica musculação é o pós-treino. Além de descansar da maneira correta para não prejudicar a série de exercícios, também é necessário seguir a alimentação de forma correta, para garantir a reposição dos nutrientes que foram gastos durante o treino. Uma refeição pós-treino correta não só ajuda o corpo a ficar mais saudável como também pode auxiliar na perda de peso ou no ganho de massa muscular, dependendo dos objetivos de cada um.

refeição pós-treinoUso de shakes com suplementos faz parte da refeição pós-treino. Foto: Shutterstock

A melhor maneira de conseguir bons resultados é se alimentar logo após finalizar o trabalho de musculação. Com isso, a refeição pós-treino vai evitar o catabolismo – o consumo das reservas de energia do organismo –, garantindo que a produção hormonal não sofrerá nenhum desequilíbrio e que o corpo não vá esgotar a reserva de proteínas. É importante também cuidar da hidratação, sempre tomando muita água assim que encerrar a malhação.

O que consumir na refeição pós-treino

O ideal é utilizar a refeição pós-treino para consumir carboidratos e proteínas, que ajudam a repor o glicogênio consumido pelo organismo durante a atividade física. É importante evitar qualquer tipo de gordura nesta refeição: como a absorção de nutrientes é facilitada neste período, recorrer a alimentos gordurosos vai apenas fazer com que eles sejam acumulados.

O uso de suplementos é recomendado para este período imediatamente após o final do treino. Pode-se fazer um shake misturando whey protein com maltodextrina e dextrose, na proporção de 0,5 grama de proteína por quilo e 1 grama de carboidrato por quilo. Isso garante uma ótima reposição de glicogênio e a liberação de insulina, além de otimizar a síntese de proteínas pelo organismo. Em nível avançado, pode-se utilizar também creatinas e glutaminas.

Refeição pós-treinoWhey protein é um bom jeito de garantir as proteínas necessárias. Foto: Shutterstock

Refeição pós-treino completa é ótimo complemento

Mas o shake como refeição pós-treino não é o suficiente. Uma hora após encerrar a atividade, o ideal é fazer uma refeição elaborada, aproveitando que os níveis de insulina no sangue estão elevados pela ingestão dos carboidratos e proteínas. Da mesma forma, é necessário priorizar esses dois nutrientes, evitando gorduras.

Exemplos de refeição pós-treino:

Para iniciantesprato de arroz e feijão, acompanhado de carne vermelha magra, legumes e verduras, ou um sanduíche de pão branco com patê de atum light e requeijão light.

Para atletas de nível intermediário: a refeição pode ser de arroz parborizado com peixe e vegetais, ou então claras de ovos com aveia.

Para nível avançado: a refeição pode ser de peito de frango com arroz parborizado e vegetais ou batata inglesa com peixe e vegetais.

Isso tudo, somado a uma alimentação balanceada antes do treino e uma dieta correta durante todos os dias, vai garantir o resultado desejado na musculação, seja ele a perda de peso ou o ganho de massa muscular. Mas lembre: procure falar com um nutricionista antes de começar uma dieta especial e o uso de suplementos, e mantenha a hidratação em dia. Além de um corpo bonito, essas medidas vão garantir também sua segurança e saúde para poder malhar sem nenhuma preocupação.

Leia também:

Veja dicas para arrasar na academia

7 exercícios para perder barriga em casa

Dicas da Gabriela Pugliesi para um abdômen definido

Treino intenso ou leve? Descubra qual é o melhor para você

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ