Musculação

05/10/2015 09:00 - Atualizado em 11/11/2016 02:03

Heavy Duty: Pegue pesado e fique em forma

O método de treinamento tornou Mike Menzter um dos nomes mais conhecidos do fisiculturismo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Alta intensidade em vez de frequência e séries longas. Essa é a proposta de um dos modelos de treinamento mais polêmicos no mundo da musculação e do fisiculturismo, o Heavy Duty.

Criado por Mike Mentzer, o treino levou o atleta, em 1978, a ser o primeiro bodybuilder da história a conseguir a nota máxima dos juízes no Mr. Univero, segunda maior competição de fisiculturismo do mundo.

mulher praticante de heavy duty

Princípios do Heavy Duty

Para Mentzer, quando um atleta da área ficava estagnado, o problema não estava na falta de treinamento, mas sim no contrário. Por isso, foram definidos quatro princípios básicos, responsáveis por orientar a prática do Heavy Duty:

- Difícil: o objetivo é treinar o mais arduamente possível, indo até o limite, ou seja, o momento em que o corpo falha

- Breve: as séries não devem durar mais que uma hora, ao contrário do que os métodos convencionais propõem

- Não frequente: não há um número exato de vezes por semana, mas a ideia é que os treinos sejam reduzidos ao mínimo possível para manter o ritmo

- Seguro: mesmo com o objetivo de ser um treinamento de intensidade, ele deve ficar dentro dos limites do próprio corpo, o que pressupõe sempre deixar a segurança em primeiro lugar.

Saiba Mais
Bootcamp: Fique em forma feito os militares
Veja como funciona a dieta para ganhar massa magra
Insanity workout transforma o treino num game

Cuidados que o Heavy Duty exige

Com a dedicação de Mentzer à sua técnica, ele escreveu livros e artigos que descrevem o método, suas práticas e os cuidados necessários para alcançar os melhores resultados. Com o passar do tempo, nomes como Dorian Yates também passaram a adotar o Heavy Duty.

Agora, se entre aqueles que já estão acostumados com treinos pesados o método é desgastante, imagine para quem não faz parte do universo do fisiculturismo! Ou seja, é preciso ter cuidado antes de adotar a o método e ver nele uma possibilidade de multiplicar o tamanho dos seus músculos.

Ainda que os exercícios sejam pouco frequentes, eles podem pesar na rotina de quem não tem a musculação como foco. Não é à toa que a prática exige também cuidado especial com a alimentação.

A proposta de Mentzer é comer de uma forma nutritiva e equilibrada, sem exagerar na proteína, como é comum ser indicado. As refeições devem ocorrer entre cinco e seis vezes ao dia, com uma concentração de 60% de carboidratos, 20% de gordura e 20% de proteína. O resultado prometido é o aumento da absorção de nutrientes.

Já na hora do treino, os cuidados começam ainda no aquecimento, que nunca deve ser deixado de lado. Outra dica é jamais prender a respiração antes de começar uma repetição, o que pode comprometer a capacidade do músculo de suportar a alta intensidade, além de aumentar a pressão sanguínea.

Para quem gosta de emendar uma série na outra, a indicação é justamente a oposta: dar ao corpo tanto descanso quanto ele precisar. Afinal, o objetivo do método não é ter resistência, mas sim construir massa muscular.

E aí, o que você achou do Heavy Duty? Vai encarar o desafio? Deixe o seu comentário! E continue de olho, que sempre tem mais dicas de musculação e atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
fisiculturismo
ganhar massa
treino pesado
Mike Menzter

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ