Musculação

11/02/2015 04:35 - Atualizado em 01/12/2016 08:26

Doping: Por que ele é condenado por muitos esportistas

O doping pode prejudicar não só a saúde do atleta, mas também a ética do esporte.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os casos de atletas pegos nos exames antidoping são sempre um escândalo. É que, quando um competidor é flagrado no exame, significa que utilizou substâncias ou métodos proibidos. O doping é uma forma desleal de melhorar o desempenho de atletas em competições.

doping

Entenda o que é doping

O doping é definido pela utilização de substâncias ou métodos que aumentam de forma artificial o desempenho esportivo, sendo prejudicial à saúde do atleta e de seus adversários, ou contra o espírito do jogo. Quando essas condições são comprovadas, tem-se o doping.

O órgão que determina quais são as substâncias e os métodos proibidos é a Agência Mundial Antidoping (WADA, na sigla em inglês), por meio de um código. Atualmente, são frequentes os casos de grandes atletas pegos pelo exame antidoping. A notícia mais recente que gerou discussão sobre o assunto foi a do suposto doping de Anderson Silva, no UFC 183.

O antidoping do lutador brasileiro de MMA foi realizado cerca de 20 dias antes da luta contra o adversário Nick Diaz e apresentou duas substâncias anabolizantes proibidas.

A primeira foi a drostanolona, que atua na musculatura e faz com que ela cresça e se torne mais rígida. A outra foi a androsterona - um derivado da testosterona, hormônio natural masculino -, que age de forma a ativar o aumento do vigor e da otimização artificial do rendimento físico.

Como é feito o controle do doping

dopingCom o aumento do uso de substâncias e métodos proibidos, as autoridades nacionais e internacionais buscam mais ações para combater o doping.

O objetivo dos exames é evitar uma vantagem desleal de um competidor sobre os demais, preservando também os aspectos éticos e morais do esporte e, principalmente, a saúde do atleta.

O controle do doping é feito pelo exame de sangue ou de urina do esportista.

Ele pode ser realizado imediatamente depois de uma competição, ou também a qualquer momento da vida do atleta - durante um treinamento ou algum tempo antes ou depois de uma prova.

Para saber quais são as substâncias e métodos proibidos, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) publica anualmente uma cartilha de orientação aos atletas sobre o uso de medicamentos no esporte. A publicação traz todas as informações necessárias e explica os meios de controle de dopagem.

Em relação à punição para os atletas flagrados pelo exame antidoping, a pena varia de acordo com a gravidade do caso.

Primeiro, o competidor tem o direito de tentar se justificar, mas, se for comprovado o doping, ele é punido conforme a substância utilizada. A penalidade mais comum é a suspensão, que pode ser de três meses a dois anos. Quando ocorre reincidência, o competidor pode até ser excluído do esporte por toda a vida.

Aprendeu mais sobre o assunto? Deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
medicamentos
proibição
esporte
competições

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ