Musculação

18/12/2015 11:00 - Atualizado em 25/11/2016 12:14

Defina o peitoral com o crucifixo reto

O exercício deve ser praticado com a orientação de um profissional.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Para ter o peitoral marcado e nada flácido, aposte no crucifixo reto. Esse exercício assegura resultados rápidos e efetivos para o seu shape, sendo recomendado por professores de Educação Física. Se você ainda está correndo atrás do prejuízo e quer apresentar um corpo malhado nas praias do Brasil, não pode deixar de praticá-lo. A seguir, veja dicas para acertar no treino

homem praticando crucifixo reto

Tudo sobre o crucifixo reto

Específico para a região dos peitorais, o crucifixo reto garante o fortalecimento e a tonificação dos músculos. É isso que diz Alexandro Lima, professor da Fórmula Academia, de São Bernardo do Campo-SP. “Os objetivos da prática desse exercício visam a fortalecer o peitoral, podendo assim definir, ganhar massa muscular e tonificar essa região”, afirma.

No exercício, são trabalhados os músculos do peitoral maior superior e, de maneira menos intensa, o deltoide anterior. Para executá-lo de forma correta, você deve utilizar um banco na horizontal.

“Deitamos em decúbito dorsal e deixamos os braços em abdução na altura do tórax, levemente flexionados”, explica o professor. Em seguida, o aluno deve praticar a adução horizontal, unindo os braços estendidos até que eles se encontrem ao fim do movimento, quando estarão na posição vertical.

Erros e riscos do crucifixo reto

De acordo com Lima, o erro mais comum acontece quando o aluno acaba se curvando no banco. Ao tirar o apoio parcial das costas, ele deixa a coluna curvada, sobrecarregando a região lombar. “Outro erro é no momento de abdução de membros inferiores, quando esses movimentos são executados abaixo da região torácica, gerando uma sobrecarga maior nos deltoides e aumentando o risco de lesão”, alerta.

É por esse e por tantos outros motivos que você, sem dúvidas, deve apostar no auxílio de um profissional. Para garantir bons resultados, converse com o instrutor que acompanha os seus treinos e peça para ele ficar de olho na amplitude do movimento. Além de assegurar a segurança necessária, a supervisão é um incentivo para você se esforçar ainda mais durante o treino.

Saiba Mais
Treino tríceps ajuda a combater flacidez dos braços
Flexão com um braço pode definir músculos do peitoral
Core training promove fortalecimento muscular

Resultados garantidos

Se você executar o crucifixo reto de forma adequada, provavelmente apresentará resultados rápidos. Eles costumam surgir de 30 a 60 dias após o início da prática. Lembre-se de respeitar as cargas e a qualidade de execução e de, principalmente, ter o descanso adequado, que deve ser de 24 ou 48 horas após o último estímulo.

Para complementar o treino, é importante estimular outros músculos da região. Segundo Lima, o exercício chamado de crossover, semelhante ao crucifixo reto, é uma boa dica. “Ele é realizado em pé, juntamente com o pullover e o supino inclinado”, enumera. Assim, o seu treino de peitoral ficará pesado e adequado para a transformação do seu shape.

Pronto para experimentar esse exercício e garantir mais qualidade de vida? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
treino de peito
academia
amplitude de movimento
sobrecarga

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ