Musculação

08/09/2014 06:00 - Atualizado em 06/12/2016 01:28

Conheça os impactos da musculação para adolescentes à saúde

A musculação para adolescentes devem ser controlada por educadores físicos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Em uma sociedade cada vez mais preocupada e incentivadora da forma física, a adoção da musculação para adolescentes tornou-se um hábito frequente. Mas a Sociedade Brasileira de Pediatria alerta: a musculação para adolescentes não deve ter como objetivo o ganho de musculatura.

musculacao-para-adolescentes

Dicas para musculação para adolescentes

É importante para os pais perceber a musculação para adolescente sobre orientação constante como mais uma atividade física que visa combater o sedentarismo, melhora o condicionamento cardiovascular, a flexibilidade e as habilidades motoras. No entanto, só é recomendado incentivar o ganho de massa após os 14 anos – podendo ocorrer até os 16. Exercícios para ganho de massa na musculação para adolescentes feito antes da passagem do período de pico do crescimento serve apenas para prejudicar o processo de crescimento, e, além disso, causar sérios problemas de coluna, uma vez que não se pode sobrecarregar estruturas que ainda estão em processo de maturação.

De acordo com especialistas da área, o peso máximo a ser usado na musculação para os mais novos não deve ultrapassar cinco quilos. Por isso é importante escolher bem o lugar para a prática da musculação para adolescente. Atualmente já existem algumas academias que oferecem treinos específicos para quem tem entre 10 e 16 anos. Eles são baseados em exercícios simples, de menor intensidade e sem carga ou com pesos mínimos. Os exercícios propostos na musculação para adolescentes devem começar bem leves, com pouca carga e não muito complexos. Além disso, é importante respeitar a carga horária de no máximo 40 minutos diários e até três vezes por semana.

No entanto, os pais devem ter a consciência de que não apenas a musculação para adolescentes pode ser prejudicial para a saúde do jovem em formação, mas também qualquer exercício feito da maneira errada e sem supervisão. A sobrecarga de exercícios pode acontecer até mesmo nas escolinhas de esportes. Por isso é fundamental que os pais estejam sempre atentos a como as crianças estão reagindo aos estímulos cotidianos. Se o adolescente começa a demonstrar um cansaço excessivo, dormindo em qualquer lugar e em qualquer horário, é porque algo não está certo e isso pode sim ter relação com o excesso de atividade física.

Benefícios da musculação para adolescentes

Porém, com os cuidados certos – respeito a idade e auxilio profissional adequado – a musculação pode trazer benefícios para o corpo do adolescente, entre esses é possível destacar um aumento da força, melhora da autoestima, correção da postura, chance de socialização, aumento da concentração, maior flexibilidade e condicionamento físico. Também podem compor a lista de benefícios o aumento da densidade mineral dos ossos, evitando posteriormente doenças ósseas, e principalmente, a atividade afasta os jovens do sedentarismo.

O início de qualquer nova atividade física requer algumas medidas de precaução. A musculação para adolescentes não é diferente. Sendo assim, é fundamental que sejam feitos previamente exames médicos e avaliação física. Além disso, não abra mão de sempre procurar um profissional habilitado e qualificado para instruir da melhor forma possível a prática da atividade, respeitando as características individuais e os objetivos de cada jovem.

Gostou da matéria? Comente o que achou! Quer mais? Curta a página do Vivo Mais Saudável no Facebook.

TAGS
musculação
jovens
vida saudável

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ