Musculação

03/10/2015 03:04 - Atualizado em 29/08/2016 10:49

Como prevenir lesões musculares no treino

Sobrecarga e movimento incorreto são algumas das principais causas de lesões.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A prática incorreta de exercícios de musculação pode causar lesões musculares. Por isso, seja na academia ou em estações de treinamento ao ar livre, é necessário tomar cuidado com a execução dos movimentos e com a carga utilizada. Confira algumas dicas de um profissional.

mulher com lesoes musculares após treino errado

Orientação previne lesões musculares

O educador físico Felipe Kutianski, da Ziva Brasil, explica que procurar profissionais qualificados é a primeira e mais segura iniciativa antes de começar qualquer rotina de treino. Ele se refere particularmente à avaliação médica e à orientação de um profissional de Educação Física.

Alguns exemplos sérios de lesões musculares causadas na musculação são contraturas, tendinites, distensões e luxações. Normalmente, elas ocorrem pelo simples fato de o aluno não respeitar seus limites físicos. “Lembre-se sempre: nenhuma pessoa conhece melhor seu corpo que você mesmo”, afirma Kutianski.

Segundo o especialista, os erros mais comuns na prática da musculação envolvem:

1. Uso de uma sobrecarga muito acima do limite físico atual

2. Falta de coordenação motora especifica em determinados exercícios, comprometendo a biomecânica segura e eficiente do movimento

3. Exercícios realizados sem qualquer orientação de um profissional, especialmente aqueles encontrados na internet

4. Falta de preparo do corpo antes de começar o treino.

Saiba Mais
Dieta para musculação deve ter carboidratos e muita proteína
Atleta fitness tem dicas para turbinar sua definição muscular
Como aumentar a massa muscular com saúde

Prepare o corpo e evite lesões musculares

Sobre o último tópico, Kutianski faz uma observação fundamental: a importância do alongamento nos treinos de musculação para prevenir lesões.

“Um alongamento balístico pode auxiliar muito para o inicio da prática, pois envolve toda uma lubrificação articular e ativação de proprioceptores. Agora, quando um aluno quer um aumento do ângulo articular, é outro foco que devemos trabalhar”, comenta o preparador físico.

Ele ressalta que, em alguns casos, como no treinamento de força, um trabalho de alongamento inicial pode inclusive atrapalhar o treino. É por isso que somente a ajuda de um profissional pode garantir que os exercícios sejam realizados com segurança.

“O melhor investimento para sua saúde e bem-estar será sempre um bom profissional capacitado. Não busque uma academia pelo nome ou pelos aparelhos, mas pelos profissionais que fazem parte da equipe”, comenta Kutianski.

Junto a essa prática segura de atividades físicas, indica-se também a procura pela orientação nutricional. Uma alimentação equilibrada, com todos os nutrientes que o organismo precisa, colabora para que os resultados do treino de musculação sejam mais efetivos.

Você já sofreu lesões musculares durante a prática de atividades físicas? Acha que alguma delas poderia ter sido prevenida? Compartilhe sua história nos comentários! Você pode ajudar outros leitores do Vivo Mais Saudável.

TAGS
academia
distensão
luxação
tendinite

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ