Musculação

24/04/2015 10:47 - Atualizado em 20/11/2016 11:11

Citrulina ajuda no desenvolvimento muscular

Quando misturada a medicamentos, a citrulina pode apresentar riscos à pressão sanguínea.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quer ganhar massa muscular mais rapidamente? A citrulina é um aminoácido muito utilizado por quem busca potencializar o treino na academia. Essa substância faz parte do ciclo da ureia, juntamente com a arginina e a ortinina. Como suplemento, ela melhora o desempenho em atividades esportivas e proporciona maior impulso cardiovascular.

Em busca de ganho de massa muscular, os atletas consomem a citrulina para reduzir o cansaço e conquistarem melhor resistência física em exercícios aeróbicos e anaeróbicos. Mesmo sem garantias de que a suplementação proporcione liberação de energia nas atividades, ela ainda consegue melhorar o metabolismo.

Quer saber quando você pode usar o composto e quando é melhor deixar de lado? Confira.

citrulina

Benefícios da citrulina

Aumentando a produção de óxido nítrico no corpo, a citrulina relaxa as artérias e permite que elas trabalhem melhorando o fluxo de sangue no corpo. O uso do suplemento auxilia no combate à hipertensão e a doenças cardíacas. Também é recomendado para casos de disfunção erétil, sendo mais seguro que drogas específicas, apesar de menos eficiente.

Pesquisas feitas com animais mostraram que a citrulina pode auxiliar no tratamento de doenças nos vasos sanguíneos e de problemas de cicatrização causados pelo diabetes. Também é estudada a possibilidade de ela aumentar os níveis de proteína muscular, prevenindo a desnutrição na terceira idade.

Além disso, o composto tem sido alvo de estudos para tratar celíacos, pessoas com síndrome do intestino curto e com danos intestinais causados por radiação. Algumas doenças do fígado e problemas genéticos, bem como doença de Parkinson, podem ter a substância utilizada nos remédios administrados para o tratamento.

Porém, o uso principal do suplemento é feito por quem objetiva ganho muscular, já que ele melhora o desempenho atlético, possibilitando melhores resultados em construção de músculos e em treinos de exaustão.

A substância acelera a recuperação depois da prática esportiva e aumenta a produção de óxido nítrico, que remove resíduos de dentro do tecido muscular, como o ácido lático e a amônia.

A citrulina pode ser ingerida em forma de suplemento em pó ou em alguns alimentos naturais. Na melancia, por exemplo, é possível encontrar a substância em grande quantidade, bem como em maçãs, melões, pepinos e abóboras.

O modo mais comum de consumo do composto é por meio de suplementação. Ele está presente em produtos específicos ou misturado em outros para potencializar treinos de musculação.

Efeitos colaterais da citrulina

Apesar de não apresentar efeitos colaterais significativos, a substância pode causar transtornos quando misturada a outras drogas, principalmente medicamentos como o nitrato, utilizado no tratamento de doenças do coração. Outros remédios, como os para problemas de ereção, causam alterações no processamento do aminoácido.

Quando combinada a essas drogas, ela pode levar a uma queda drástica na pressão sanguínea. Da mesma forma, é necessário tomar cuidado ao consumi-la junto com medicamentos para controle de pressão alta. Gestantes e lactantes são proibidas de utilizar suplementos com essa substância.

É importante sempre manter um diálogo com seu médico e com o personal trainer antes de começar uma suplementação para treinos musculares. Cada pessoa emite uma resposta diferente às composições desses produtos e precisa avaliar o organismo para verificar os possíveis efeitos colaterais.

Gostou das dicas para seu treino? Então deixe um comentário! E aproveite para conferir nosso especial Você Mais Saudável - Corpo. Você já sabe: sempre tem novidade aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
suplementação
treino
massa muscular
aminoácido

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ