Musculação

12/10/2015 05:23 - Atualizado em 23/11/2016 06:01

Aprenda como funciona o treino de hipertrofia

Acompanhamento do educador físico é importante para obter resultados com segurança.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O treino de hipertrofia é motivo de discussões acaloradas na área da Educação Física.

O professor André Luiz Lopes, PhD em Ciências do Movimento Humano, explica que os exercícios que usam sobrecarga, conhecidos como treinamento de força, se mostram mais eficientes. Porém, é preciso realizá-los com segurança para evitar problemas ao corpo e à saúde.

Entenda o que ocorre no corpo durante um treino de hipertrofia e saiba como executar as séries. 

mulher fazendo treino de hipertrofia

Como funciona um treino de hipertrofia

Os processos que envolvem a hipertrofia vão sendo descobertos conforme a ciência vai avançando. "O que sabemos hoje é um pouco diferente do que sabíamos cinco anos atrás", comenta André Luiz.

Antigamente, segundo o educador físico, as aulas de Fisiologia Humana e Exercício apontavam apenas as microlesões causadas por contrações do corpo como as responsáveis pelo crescimento muscular. Porém, outros fatores vêm sendo relacionados ao processo hipertrófico, como, por exemplo, o aumento da secção transversa das fibras musculares.

Acredita-se que a hipertrofia seja resultado da soma de diversos mecanismos que a estimulam de forma direta e indireta. O treino, quando adequadamente prescrito e executado, pode promover o desenvolvimento de vários desses estímulos.

"Para ter o melhor resultado no processo de treinamento, é importante que haja um professor qualificado supervisionando. Dessa forma, o treino será mais eficiente, seguro e prazeroso", alerta o educador físico.

Erros comuns no treino de hipertrofia

Quando se fala em erro no exercício, a tendência é pensar numa lesão, mas nem sempre é o caso. "Muitas vezes, temos alguns erros de prescrição, intensidade ou volume, ou ainda de escolha dos exercícios", explica André Luiz.

As falhas mais observadas, segundo o especialista, estão vinculadas à periodização do treinamento, ou seja, à organização de exercícios que o educador físico propõe ao atleta. "Esse tipo de erro acontece por falta de estímulo adequado", conta.

Saiba Mais
Levantamento de peso ajuda no treino de força
Veja 3 passos para alcançar a hipertrofia muscular com saúde
Alimentação antes e após o treino: Atleta fitness tem dicas preciosas

O profissional conta que a prescrição costuma funcionar bem nas primeiras semanas. Porém, ao longo do processo, passa a não estimular de maneira tão eficiente o organismo do atleta. E o contrário também pode acontecer. Treinamento excessivo, intensidade e volume muito altos, não obedecendo aos princípios de periodização, podem prejudicar os resultados.

Nesse caso, as sessões do treino de hipertrofia podem levar horas, com cargas que não permitem a melhor execução dos movimentos. No fim, isso acaba reduzindo o potencial hipertrófico.

"Prescrever qualquer tipo de treinamento físico é realmente um grande desafio. Para fazê-lo, devemos ter conhecimentos diversos para que possamos entender como melhorar, com pouco risco, o organismo humano", esclarece André Luiz.

mulher começando no treino de hipertrofia

Nem sempre mais carga ou a prática mais seguida é a melhor. A avaliação prévia do educador físico, baseada em informações individualizadas, é que poderá determinar a opção de treinamento mais adequada para cada indivíduo.

Converse com seu instrutor e explique quais são seus objetivos. Um treino de hipertrofia adequado, com muita disciplina e comprometimento, pode proporcionar resultados incríveis!

Gostou do artigo? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
massa muscular
desempenho hipertrófico
sobrecarga
treinamento de força

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ