Musculação

05/04/2016 11:00 - Atualizado em 30/11/2016 03:09

Aparelho de academia ou peso livre? Veja como decidir

Essa não é a primeira vez que a questão foi levantada e, provavelmente, não será a última.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um dos debates mais acalorados no mundo fitness é a batalha entre o peso livre e o aparelho de academia. A realidade é que cada uma dessas maneiras de se exercitar tem vantagens e desvantagens. Conhecer seus próprios objetivos ao praticar atividades físicas é a chave para descobrir qual delas é a mais indicada para você.

mulher em aparelho de academia

Aparelho de academia ou peso livre?

Houve uma época em que os aparelhos governavam o mundo das academias e foram a maneira "certa" de treinar. Com o passar do tempo, as pessoas perceberam que, enquanto máquinas são boas para treinamento de força, elas negligenciam alguns músculos principais. Estava aberto, assim, o caminho para a aptidão funcional e o uso de pesos livres.

É por isso que o melhor treino depende da pessoa e de seus objetivos finais. Basicamente, exercícios capazes de ser benéficos para alguém não o são, necessariamente, para outro praticante. Confira os prós e os contras de cada modalidade e descubra qual o melhor treino para você:

Aparelho de academia

Grande parte das máquinas tem imagens demonstrando como utilizá-las, sendo assim fácil de usá-las corretamente. Considerando ainda que a maior parte do corpo fica bastante estável na maioria dos equipamentos, eles são capazes de atingir grupos musculares maiores de forma mais eficiente. Permitem, ainda, que você use muito mais peso.

Acontece que nem tudo são benefícios. Um aparelho de academia, muitas vezes, pode negligenciar grupos musculares menores, deixando você em risco de lesões crônicas ou má postura. Além disso, as máquinas simplesmente não traduzem bem a força e a aptidão para atividades diárias.

Peso livre

Os pesos livres e os exercícios com peso corporal têm maior similaridade com a vida cotidiana. Eles também usam uma gama completa de movimentos, ou seja, permitem uma variação maior e um treino completo com poucos recursos. Quem aprende a treinar com pesos livres ou peso corporal é capaz de exercitar-se em qualquer lugar.

Ocorre que isso exige habilidade para aprender a técnica adequada, já que a modalidade aumenta o risco de lesão quando um movimento não é feito corretamente. Além disso, determinados exercícios exigem o uso de maior peso para serem eficientes, e muitas vezes os praticantes são incapazes de suportá-los com pesos livres.

Como escolher o melhor?

Visto que ambos têm seus prós e contras, vale a pena conversar com seu instrutor para avaliar objetivos e fazer um treino personalizado. Nada impede que sejam incluídos os dois, já que há casos em que um tipo de movimento é mais eficaz que outro. Um bom exemplo disso é o supino, exercício presente em grande parte dos treinos.

Segundo um estudo da Illinois State University, nos Estados Unidos, indivíduos que realizaram supino com pesos livres usaram mais músculos que quando fizeram esse movimento em máquina. Em compensação, há outros exercícios que podem trazer maiores benefícios quando feitos num aparelho de academia.

Tente escolher um sistema de treinamento de peso que você goste e que se encaixe em seu estilo de vida. Procure fazer exercícios de todos os grupos musculares principais, ao menos dois dias por semana, e sempre mantendo um dia de intervalo entre as sessões.

Lembre-se de que, se você está começando, talvez seja mais seguro utilizar máquinas. Busque ainda sempre para executar a técnica corretamente, já que ela é mais importante que o tipo específico de equipamento ou peso usado.

Tirou suas dúvidas? Então aproveite para compartilhar o artigo com outros interessados no assunto! E não deixe de conferir as dicas de saúde e atividade física do Vivo Mais Saudável.

TAGS
treino
hipertrofia
estabilidade muscular
lesões

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ