Exercícios e Treinos

12/10/2014 11:07 - Atualizado em 08/12/2016 09:43

Veja por que os treinos intensos são ótimos para emagrecer

Capacidade cardiorrespiratória é bastante exigida durante os treinos intensos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Na busca pelo emagrecimento, muitas pessoas têm dificuldade para definir qual modalidade de atividade física irão adotar. Exercícios de intensidade moderada e longa duração ou treinos intensos e curtos? Alguns especialistas defendem que mesclar a alta intensidade do exercício à curta duração é a melhor alternativa para queimar calorias.

treinos-intensos

Treinos intensos exigem experiência

Se você nunca gostou de esportes, sempre preferiu as pantufas aos tênis e apresenta um quadro acentuado de sedentarismo, esqueça: os treinos intensos não são para você. É impossível começar praticando atividades que exigem muito da capacidade cardiorrespiratória e agir dessa forma pode ocasionar desmaios e enjoos, por exemplo.

Entenda que o corpo evolui por meio de um processo e que pular etapas não contribui em nada para o emagrecimento. Conhecer as próprias limitações e agir de forma consciente é a única maneira de queimar calorias de forma saudável e evitar, também, o conhecido efeito sanfona.

Mais intensidade, menos tempo

As principais pesquisas contemporâneas nessa área tiveram origem na Ásia, na década de 90. Pesquisadores japoneses, ao realizarem experimentos com uma ampla variedade de modalidades de exercícios físicos, desde as atividades aeróbicas de baixa intensidade até os exercícios de força, descobriram que a intensidade do exercício é tão ou mais importante que a quantidade.

Essa descoberta deu origem a uma das modalidades de treinos intensos mais conhecida, o treino tabata, que consiste basicamente em oito séries de exercícios com trinta segundos de duração. Destes trinta segundos, vinte são dedicados à prática dos movimentos na maior intensidade possível e dez ao chamado descanso ativo.

Por exemplo: em uma pista de corrida, o atleta corre na maior intensidade que conseguir durante vinte segundos e, depois, caminha em um ritmo moderado ou faz um trote leve por dez segundos.

O método pode ser utilizado para outros exercícios, como agachamentos livres, flexões de braço, abdominais e pular corda. Como o foco está no emagrecimento e na queima de calorias, são recomendados os exercícios aeróbicos, que trabalham mais grupos musculares ao mesmo tempo.

Emagrecimento não depende só de treinos intensos

Da mesma forma que é necessário lembrar da importância de experiências anteriores com atividades físicas, já que alguém obeso e absolutamente sedentário não tem condições de começar já pelos treinos intensos. Não se pode esquecer que o processo de emagrecimento depende de uma ingestão calórica inferior ao que o organismo gasta nos exercícios.

Ou seja: uma dieta saudável e equilibrada, com foco em frutas, verduras e vegetais, é essencial para que o emagrecimento seja alcançado. De nada adianta esforçar-se na academia de manhã e jantar uma pizza de bacon à noite, pois o gasto calórico será anulado, e o peso, mantido.

Antes da prática de qualquer atividade física, é recomendável procurar um médico para uma avaliação específica por meio de exames, a fim de descobrir o que está dentro de seu alcance.

O procedimento mais indicado é iniciar as atividades de forma devagar e intensificar de forma gradativa com o passar das semanas, adotando os treinos intensos quando o corpo já estiver plenamente condicionado para isso.

TAGS
exercício físico
saúde
emagrecimento

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ