Exercícios e Treinos

04/10/2014 01:21 - Atualizado em 03/12/2016 08:32

Treino tabata promete acabar com a gordura em exercícios de 4 minutos

Prática do treino tabata tem origem japonesa e é baseada na alta intensidade de trabalho.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Entre as várias modalidades de exercícios físicos cuja finalidade é emagrecer, o treino tabata se destaca pelo método inovador: mescla a alta intensidade do exercício à curta duração, alcançando um gasto calórico acentuado se comparado a outros treinos mais longos. O método foi criado pelo japonês Izumi Tabata e sua equipe do Instituto Nacional de Fitness, nos anos noventa.

treino-tabata

Origem do treino tabata é japonesa

Os pesquisadores japoneses empenharam-se por muito tempo em estudos que procuravam descobrir qual método de exercício era o mais eficiente para o emagrecimento. Esse processo demandou um estudo bastante complexo, divulgado posteriormente em dois artigos da renomada revista americana Medicine and Science in Sports and Exercise.

Após realizarem experimentos com uma ampla variedade de modalidades, desde os exercícios aeróbicos de baixa intensidade até os exercícios de força, eles descobriram que a intensidade do exercício é tão ou mais importante que a quantidade. A descoberta deu origem ao treino tabata.

Mais intensidade, menos tempo

O treino tabata consiste basicamente de oito séries de exercícios com 30 segundos de duração. Destes 30 segundos, 20 são dedicados à prática dos movimentos na maior intensidade possível e dez ao chamado descanso ativo.

Por exemplo: em uma pista de corrida, o atleta corre na maior intensidade possível durante 20 segundos e, depois, caminha em ritmo moderado ou faz um trote leve por dez segundos.

O método pode ser utilizado para mais de um tipo de exercício, como agachamentos livres, flexões de braço, abdominais e pular corda, entre outros. Como o foco está no emagrecimento, exercícios aeróbicos que trabalham mais grupos musculares são os recomendados.

Gasto calórico é o foco do treino tabata

Com esse método, o treino tabata busca trabalhar e desenvolver, de forma simultânea, as aptidões cardiorrespiratória e de força física. O elevado gasto energético, por sua vez, é explicado pela alta intensidade da atvidade.

Para melhores resultados, o treino deve ser repetido pelo menos três vezes por semana. Além disso, é interessante mesclar a atividade com a musculação ou algum outro tipo de exercício que trabalhe um grupo muscular diferente do exigido pelo treino tabata.

Por exemplo, se o treino for utilizado para correr, é possível trabalhar os músculos dos membros superiores depois, para potencializar a resistência e a hipertrofia, se essa for a intenção.

Assim como é importante lembrar que algum tipo de experiência com atividades físicas é exigido para o sucesso do treinamento – já que alguém obeso ou absolutamente sedentário não terá condições de começar por esse treino intenso –, também é necessário lembrar que o emagrecimento vai depender de uma ingestão calórica menor do que a gasta nos exercícios.

Ou seja: uma dieta saudável e equilibrada, com foco em frutas, verduras e vegetais, é essencial para que o resultado – o emagrecimento, nesse caso – seja alcançado.

Antes da prática de qualquer atividade física, procure um médico para uma avaliação específica do que está dentro de seu alcance. Acompanhamento profissional e especializado também é altamente recomendado.

Gostou das nossas dicas sobre o treino tabata? Então deixe um comentário e acompanhe nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
treino físico
exercícios físicos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ