Exercícios e Treinos

25/06/2014 09:00 - Atualizado em 07/12/2016 06:22

Treino de kettlebell ajuda a reduzir gordura corporal

Kettlebell é um exercício que promove condicionamento físico e tonificação muscular.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Uma boa maneira de definir o seu corpo em pouco tempo é fazendo exercícios com o kettlebell. Ele é um acessório que usa a intensidade de pesos para proporcionar a definição muscular. Tem o formato de uma bola com uma alça e pode variar de 1 a mais de 30 quilos de peso. Com origem russa, o treino com kettlebell é recomendado para quem busca o condicionamento físico e tonificação muscular, trabalhando diversas áreas do corpo com movimentos intensos e balanços constantes.

Benefícios do treino de kettlebell

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

O treino de kettlebell enrijece os músculos, melhora a sua flexibilidade e ainda faz você perder peso. Uma aula tem duração média de 30 minutos, com séries e repetições elaboradas por um professor, intervaladas em 30 segundos. Nesse treino é possível queimar 300 calorias, aumentar a massa muscular e queimar gorduras localizadas, melhorando também a resistência cardiovascular. Define os braços, pernas, glúteos e ajuda no fortalecimento lombar e emagrecimento abdominal.

Kettlebell para corredores

Um movimento muito importante da corrida é diminuir a velocidade da fase excêntrica (quando o músculo tenta reduzir a velocidade enquanto o calcanhar está prestes de tocar o chão). É um momento muito propício para a ocorrência de lesões musculares. Os treinos com o kettlebell trabalham basicamente esse tipo de movimento, da fase excêntrica. O praticante aprende a reduzir a velocidade da bola (que está sendo movida pela força do seu peso) com os seus músculos para, então, entrar na fase de ação, a concêntrica, fazendo a bola se movimentar em outro sentido.

Portanto, em um treino de kettlebell, aprende-se a fazer as mesmas repetições do que na corrida – reduzir a velocidade, estabilizar o corpo e gerar velocidade de novo – porém em músculos diferentes. Em exercícios normais de academia, os ângulos de flexão da perna nas máquinas são diferentes dos da corrida, enquanto com o kettlebell o ângulo do joelho é bem parecido, pois você fica em pé e o aparelho vai para trás, não para baixo.

Outra semelhança é que os ciclos dos exercícios com o kettlebell são mais longos do que em outros aparelhos da academia, e menos intervalados, proporcionando uma melhor preparação para quem pratica corrida.

Cuidados com o kettlebell

Antes de iniciar o kettlebell, recomenda-se uma avaliação médica e física completa, para conhecer as suas restrições e avaliar como você se move, quais são seus padrões, disfunções musculares e de postura. O profissional de educação física vai fazer uma avaliação de como a pessoa se agacha, como fica em pé com uma perna só, se o ombro se move da maneira correta e se há estabilidade de tronco. Essa orientação completa proporciona um melhor aproveitamento e diminui bastante as chances de lesões.

Os exercícios devem ser realizados três vezes por semana, e os pesos são aumentados a partir da força e capacidade que a pessoa vai adquirindo. É bastante recomendado que se intercale dias de treino de kettlebell com outros treinos funcionais, tais como aulas de aeróbica, corrida, yoga, pilates, dança e bicicleta. Como a exigência muscular é muito grande, deve-se praticar os treinos com moderação.

Você já praticou o kettlebell antes? O que que você achou? Você já praticou outro exercício parecido e obteve bons resultados? Conte-nos a sua experiência.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ