Exercícios e Treinos

21/07/2014 08:00 - Atualizado em 07/12/2016 09:56

Treino de alta intensidade, HIIT pode dar resultados rápidos

HIIT não deve ser realizado sem a supervisão de um profissional.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Exercício físico pode se tornar praticamente um vício. Você começa de maneira leve, toma gosto e aumenta a intensidade dos treinos, até que o que antes era o máximo que você chegava se torna monótono. Pensando nesse tipo de público, que busca um progresso contínuo na intensidade dos exercícios, foi criada a modalidade chamada HIIT, sigla para High-Intensity Intermittent Training, algo como “treinamento intervalado de alta intensidade”.

Conheça o HIIT

O HIIT é um método aeróbico que intercala exercícios de altíssima intensidade, nos quais o indivíduo chega praticamente à sua capacidade máxima, com exercícios de baixa intensidade ou descanso total.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

O treino é dividido em fases e os intervalos vão diminuindo conforme o praticante avança. Quando se fala em redução de gordura, há estudos que sugerem que a modalidade é mais eficiente do que treinamentos de longa duração.

Benefícios do HIIT

O principal objetivo de quem busca o HIIT é a queima rápida de gordura. Além de ser um método bastante eficaz para esse fim, ele ainda aumenta a força do bombeamento sanguíneo pelo ventrículo esquerdo do coração, melhorando a circulação de sangue em nosso organismo.

A eficácia desse treinamento se baseia no conceito chamado EPOC, sigla em inglês para “consumo de oxigênio excessivo após exercício”. Sabe quando você dá um pique e depois fica com uma dificuldade enorme para puxar o ar? Esse déficit de oxigênio temporário resulta na aceleração do metabolismo, que dura por algumas horas, mesmo quando o exercício já foi concluído. É isso que acontece quando você foca nos treinamentos de alta intensidade.

Por ter essas características, o HIIT acaba tendo vantagens motivacionais além da queima mais rápida de gordura. Uns dos motivos muito recorrentes de abandono de treinos são a monotonia e o tédio. Quem pratica está constantemente mudando o seu treino, testando estímulos novos, aumentando a resistência e alterando os intervalos. Fora isso, ele toma muito menos tempo do que um exercício convencional, porque, como a intensidade é maior, obviamente o tempo de prática é reduzido.

Cuidados

Você já entendeu que o HIIT é altamente eficaz. Agora, precisa compreender que, devido à forte exigência que os treinamentos fazem ao seu organismo, há muitos cuidados que devem ser tomados.

Antes de tudo, cheque as suas condições cardiovasculares. Também é importantíssimo que as suas articulações estejam em dia – forçar uma parte lesionada pode causar várias complicações.

O ideal sempre é buscar o auxílio de um profissional de educação física.

Complemente o treino com alimentação adequada, para que a queima de gordura funcione de modo correto – atente principalmente para o consumo proteico.

Por fim, tome cuidado especial para não cair no chamado overtrainig, o exagero no treinamento. Evite praticar o HIIT mais de três vezes por semana

Como funciona

As diretrizes básicas do HIIT são as seguintes (sugestões que podem ser adaptadas de acordo com cada pessoa):

Fase 1

Você segue uma razão 1:4. Ou seja, para cada segundo de treino, descanse quatro. Faça isso com um período total de treinamento de cerca de 15 minutos.

Fase 2

Eleve a razão para 1:2 e o tempo total de treino para 17 minutos. Na fase seguinte, volte a reduzir pela metade o descanso, aumentando o tempo total para 18,5 minutos. Na fase final, a razão do exercício deve ser 2:1 e o tempo total de 20 minutos.

E aí, curtiu o texto ? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ