Exercícios e Treinos

30/09/2015 09:29 - Atualizado em 05/12/2016 05:03

Previna a dor no nervo ciático com exercícios

Perda de peso e reeducação da postura ajudam a amenizar o problema.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já deve ter visto alguém sofrendo - ou mesmo sentido você mesmo - a famigerada dor no nervo ciático. O incômodo que ele provoca quando tem alguma complicação é proporcional ao fato de ele ser o maior nervo do corpo humano, interferindo diretamente na qualidade de vida.

Agora, você sabia que é possível prevenir a dor com a prática de exercícios físicos? Conheça as causas para o problema e descubra maneiras saudáveis de se livrar desse mal.

homem com dor no nervo ciático

Causas da dor no nervo ciático

O ciático se estende a partir da parte posterior do quadril, desce por trás da coxa e dos joelhos e chega ao dedão do pé. É esse nervo que permite o movimento dos músculos das pernas, possibilitando a articulação dos membros inferiores.

A dor no nervo ciático é um sintoma de outro problema de saúde. Geralmente, é provocada por algum tipo de inflamação ou dano, que pode acontecer dentro do canal espinhal ou em algum ponto do trajeto que ele faz. A pressão da coluna sobre o nervo também por gerar dor.

Esse incômodo se apresenta de maneiras diferentes, variando de uma pessoa para outra, e na maior parte das vezes acontece de um só lado do corpo. Os sintomas correlatos mais comuns são:

- Diminuição dos reflexos do local atingido

- Perda de sensibilidade

- Redução da força muscular

- Sensação de queimação ou de formigamento

- Dores que irradiam da lombar para a parte posterior da coxa ou da perna

- Dores mais intensas depois de andar ou ficar em pé por muito tempo

- Dores ao espirrar ou tossir.

É possível amenizar o problema com a prática de exercícios. “As atividades físicas devem ser realizadas apenas com liberação por parte do médico que esteja acompanhando o paciente e supervisão direta de um profissional de Educação Física”, alerta o educador físico Felipe Kutianski, da Ziva Brasil.

Ele acrescenta que o treinamento resistido pode ser uma opção para ajudar na perda de peso e na reeducação da postura. Isso contribui para diminuir a compressão do nervo e pode atenuar a sensação dolorida no ciático.

Saiba Mais
Yoga emagrece: Saiba quantas calorias você perde em cada modalidade
Conheça os benefícios da natação para terceira idade
Melhore o treino de pilates com o Bosu

Exercícios para prevenir a dor

De acordo com Kutianski, os exercícios de musculação podem ser realizados normalmente, desde que devidamente orientados por um profissional e dentro dos limites físicos do praticante. “Outras atividades, como pilates, yoga, calistenia e natação, podem acompanhar os treinos”, comenta o educador físico.

Sobre a frequência com que essas atividades podem ser praticadas, o mínimo recomendado são três vezes por semana, durante um período de pelo menos 30 minutos.

Segundo o especialista, mesmo quem já enfrente dor no nervo ciático pode praticar atividades físicas, inclusive como parte do tratamento. O importante, reforça ele, é a pessoa investir em bons profissionais para um trabalho preventivo. “Além de proporcionar uma vida mais saudável, é muito mais econômico que planos de saúde caríssimos.”

Você já sentiu dores no ciático? O que fez para melhorá-las? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
postura
perder peso
treino resistido
pilates

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ