Exercícios e Treinos

14/11/2015 07:35 - Atualizado em 08/12/2016 03:12

Operação biquíni: Funcional fight deixa tudo em cima

Modalidade dinâmica já conquistou celebridades como a top model Izabel Goulart.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Na hora de secar a barriga e definir os músculos, é sempre bacana ter novidades para sair da mesmice. O funcional fight é uma dessas alternativas para quem busca uma modalidade dinâmica e divertida.

Criada pelo ex-lutador gaúcho Eduardo Munra, a técnica é uma mistura entre os movimentos já conhecidos do MMA, como chutes e socos, e os exercícios do treino funcional, como agachamentos, corrida, flexões e muito mais.

mulheres praticando o funcional fight

Entenda o funcional fight

Segundo o criador da atividade, o funcional fight ainda está em desenvolvimento, mas já conquistou muita gente por aí. Uma das adeptas da modalidade é a top Izabel Goulart, aluna de Munra.

O ex-lutador explica que a principal diferença entre a modalidade e as lutas já comuns nas academias gira em torna do objetivo de melhorar o condicionamento físico e estético dos alunos. O treino não serve, necessariamente, para formar lutadores. As aulas duram de 40 a 60 minutos e, quanto mais intensos forem os exercícios, maior a queima calórica.

O início do treino é composto por alongamentos e movimentos com elástico, seguido por um tempo na bicicleta para aquecimento. Depois, é hora de socar, chutar e dar joelhadas. Nada de luta com os colegas: os movimentos são feitos nos sacos de areia ou nos batedores. Os abdominais são intercalados durante todo o tempo, assim como outras atividades populares do treino funcional.

Munra ministra aulas de funcional fight apenas em São Paulo, mas a modalidade se popularizou e invadiu as academias de outros estados.

izabel goulart funcional fight

Conheça os benefícios da atividade

Assim como em qualquer tipo de atividade física, o corpo é o grande beneficiado. Levar uma vida ativa proporciona melhor funcionamento do organismo, mais disposição, mais força e, claro, uma ótima forma física.

O funcional fight contribui para quem quer eliminar alguns quilinhos, mas não suporta monotonia. Uma sessão da modalidade queima de 700 a 900 calorias e contribui, também, para a definição muscular. Além disso, os músculos ficam mais fortalecidos e resistentes. A luta pode ser aliada ao seu treino de academia semanal, ou então substituir um treino de exercícios aeróbicos, como corrida ou dança.

[[saiba_mais]]

Munra comenta, ainda, que o funcional fight não foi criado para ser usado no dia a dia, como uma forma de defesa pessoal. Por outro lado, ele acredita que melhora (e muito) a autoestima e a autoconfiança das mulheres.

O ex-lutador ressalta, também, a importância da alimentação saudável para a conquista de objetivos ainda mais satisfatórios. Um cardápio equilibrado proporciona mais energia e determinação, além de um organismo com mais saúde.

O que você achou da modalidade? Comente e compartilhe a sua opinião com outros leitores do Vivo Mais Saudável!

TAGS
queimar gordura
treino funcional
mma
definição muscular

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ