Exercícios e Treinos

17/07/2014 04:30 - Atualizado em 16/11/2016 03:57

Malhar no frio: 5 dicas para não perder o pique no inverno

Confira as dicas que preparamos para você nunca mais deixar de malhar no frio.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Conseguir o corpo dos sonhos é uma tarefa desejada por todos, mas que demanda muita força de vontade e determinação. Além de alimentação saudável, é preciso fazer diversos exercícios - mas muitos têm preguiça. Se alguns já acham difícil até quando o tempo colabora, imagine, então, malhar no frio.

Malhar no frio amplia resultados

malhar-no-frioFoto: Shutterstock

Quando a temperatura é baixa até mesmo levantar da cama pode ser uma tarefa digna de um herói. Mas não dá para fugir das nossas metas só porque é inverno. Se você acha que é bobagem malhar no frio e pensa que pode compensar quando a temperatura subir, temos uma informação bastante útil: quanto mais frio é, maior é a demanda energética do nosso organismo.

Isso significa que qualquer atividade que você faça vai gastar mais energia do que o normal, ou seja, vai dar muito mais trabalho compensar essa perda de tempo no verão.

5 dicas para malhar no frio

Para facilitar as coisas, separamos 5 dicas para que você encontre a motivação que está precisando.

1 - Aquecimento

Essa primeira dica não deve ser levada em conta apenas ao malhar no frio, e sim sempre. Mas torna-se ainda mais importante com as temperaturas baixas. Fazer um aquecimento básico antes do exercício é muito importante para aumentar a temperatura corporal e diminuir, assim, o risco de lesões

Quando está frio, os músculos demoram mais para aquecer, então não seja relaxado nessa parte. Não esqueça, também, de um bom alongamento.

2 - Pausas menores

Se você costuma fazer grandes pausas entre uma atividade e outra, repense esse costume para o inverno. Um erro bastante frequente nessa época do ano é esquecer de manter o corpo aquecido.

Se a pausa entre uma série e outra for muito grande, o corpo esfria novamente e talvez, nisso, você perca a motivação, pois ele vai demorar para aquecer novamente. Sem contar que, se isso acontecer com frequência, pode se traduzir em um risco maior de lesões.

3 - Horário

A escolha do horário para malhar no frio é muito importante, pois tem ligação direta com a sua motivação. Aí vai depender um pouco de pessoa para pessoa, que vai ter que escolher qual das situações seguintes é pior. 

Por um lado, é bastante difícil acordar cedo, quando as temperaturas são mais baixas, e ir para a academia. Por outro, se você deixar para depois do seu expediente de trabalho, geralmente esse é um momento de maior indisposição. A tendência, após um dia inteiro de labuta, é de querer ir para casa descansar.

4. Amigo

Ter alguém para compartilhar os incômodos de vencer, diariamente, a preguiça, é uma grande ajuda para malhar no frio. Você pode optar por uma atividade física em grupo (há diversas modalidades desse tipo oferecidas em clubes e academias) ou então combinar com um amigo.

Além de ser um bom pretexto para sociabilizar e colocar os papos em dia, um vai poder incentivar e cobrar o outro. É mais um motivo para você se sentir “no compromisso”.

5 - Treino agradável

Se você pratica alguns treinos que não gosta, mas sabe que são importantes, esse desagrado pode ser potencializado no inverno. Nessa época você pode repensar isso e dar prioridade aos exercícios que lhe dão mais prazer.

E aí, gostou do texto ? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ