Exercícios e Treinos

19/12/2014 08:50 - Atualizado em 03/12/2016 03:18

Exercícios de Kegel: Veja como fazer e conheça benefícios

Principal método de fortalecimento da pélvis, exercícios de kegel são práticos e simples.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já ouviu falar em assoalho pélvico? E em exercícios de kegel? Saiba que ambos estão ligados e são muito importantes para o corpo.

O assoalho pélvico é o grupo muscular da região da pélvis humana, responsável por sustentar os músculos dessa região. Já os exercícios de kegel servem para fortalecer essa musculatura e manter suas funções em dia. Eles podem prevenir a bexiga caída e a incontinencia urinária.

Os benefícios dos exercícios de kegel

Os exercícios de kegel possuem esse nome em homenagem ao seu criador, Arnold Kegel, que na década de 40 apostou na importância de fortalecer o músculo Pubococcígeo. Localizado na região pélvica, ele é o responsável por sustentar a bexiga, os intestinos, os rins e a maior parte dos órgãos e estruturas que estão nessa região. O não fortalecimento desses músculos traz consequências na idade adulta.

exercicios_de_kegel

A famosa bexiga caída é um dos problemas que podem surgir quando alguém não fortalece os músculos da região pélvica. Isso porque, quando o músculo enfraquece, ele não dá mais conta de sustentar os órgãos e a bexiga é o primeiro deles a ser afetado. Ela acaba ficando mais flácida e, sem sustentação, ela sai do corpo pelo primeiro orifício que encontra, ficando aparente na região externa da vagina.

O enfraquecimento da pelve se dá, geralmente, nas mulheres, após passarem por situações como a gravidez ou o parto. Em ambos os sexos, o excesso de peso pode acarretar na flacidez do músculo pubococcígeo. A incontinência urinária é outra das possíveis consequências. Tanto para homens, quanto para mulheres, os exercícios de kegel são capazes de diminuir consideravelmente a incontinência.

Exemplos de exercícios de kegel

Contração sentada

Uma das funcionalidades dos exercícios de kegel é o fato de poderem ser realizados em qualquer ambiente em que você estiver. Sentada, seja no sofá da sua casa ou na cadeira do trabalho, contraia o músculo pélvico 10 vezes seguidas. Relaxe por 10 segundos. Contraia novamente. Mas cuide para não se confundir com os músculos do glúteo. Essa é uma troca muito comum.

Elevação de quadril

Deitada no chão, posicione os pés de modo paralelo, na largura do quadril. Apoie os braços no chão, na lateral do corpo. Usando os braços e as pernas como apoio, eleve o quadril, até estar com a coluna bem reta. Contraia o músculo pélvico durante 10 segundos consecutivos. Relaxe e retorne à posição inicial. Descanse por mais 10 segundos e repita a contração. Faça esse exercício 10 vezes.

Elevação das pernas

Esse é um dos exercícios de kegel para quem já está em um nível mais avançado de fortalecimento e reconhecimento da região pubiana. Estique os braços na lateral do corpo. Estique as pernas no chão e una os pés. Somente com a força de contração do músculo pélvico, eleve as pernas, até que o seu quadril esteja em um ângulo de 90 graus. Mantenha por 10 segundos e retorne.

Aprendeu a fazer? Então que tal praticar para ter mais saúde? Deixe um comentário e não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
saúde
assoalho pélvico
exercícios
mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ