Exercícios e Treinos

26/10/2015 02:26 - Atualizado em 08/12/2016 02:03

Elevação lateral deixa os ombros largos e fortes

O treino de ombros pode ser complementado com desenvolvimento e elevação frontal.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Entre tantos exercícios recomendados para o fortalecimento dos músculos da região superior, a elevação lateral, também chamada de abdução de ombros, é indicada para quem deseja um corpo harmonioso para o verão. Afinal, já passou da hora de ter braços marcados e desenhados!

Com estímulos principais nos deltoides, a elevação lateral também tonifica outras áreas dos braços. “Esse exercício acaba trabalhando também alguns músculos secundários, que seriam deltoide anterior, deltoide posterior, trapézio e supraespinal”, comenta a professora Miriã Martins, da Fórmula Academia de São Caetano do Sul-SP.

Saiba como apostar na abdução de ombros sem riscos.

mulher praticando elevação lateral

Indicações e riscos da elevação lateral

Para praticar a elevação lateral, fique com os pés no mesmo alinhamento que os ombros e destrave a articulação dos joelhos.

Depois de ter feito a posição inicial, eleve os braços com uma leve flexão de cotovelos. As costas das mãos devem ficar voltadas para cima. Traga os halteres até mais ou menos a altura dos ombros. Retorne próximo à lateral do corpo, sem relaxar e deixar que encoste dos lados.

As repetições devem ser decididas de acordo com o seu programa de treino. A carga proposta pelo instrutor deve ser respeitada e aumentada ao longo do tempo. Nada de exagerar e efetuar os movimentos errados!

De acordo com Miriã, os principais erros de execução desse exercício são a falta de controle na descida com os pesos nas mãos e a execução muito rápida. “Se usar pesos muitos elevados e ‘balançar’ os halteres, o aluno corre o risco de se lesionar seriamente nas articulações” alerta.

Saiba Mais
Dores nos ombros: Saiba o que pode causar o problema
Treino de lombar previne lesões na academia
Musculação na gravidez fortalece o corpo da futura mamãe

É importante evitar o exercício sempre que você apresentar alguma inflamação no local, como tendinite ou bursite. Se você tem dores nos ombros ou teve uma lesão recente que ainda não foi tratada com fisioterapia, também não deve praticar a elevação lateral.

Todos os movimentos realizados durante a atividade, se executados de maneira incorreta, podem piorar as lesões e trazer ainda mais dores. Se você desconfia de problemas relacionados ao ombro, consulte-se com um profissional da saúde e suspensa os exercícios que trabalham essa região do corpo.

Para garantir o fortalecimento dos ombros, também é importante manter a amplitude do movimento correta. Se necessário, peça para o instrutor da academia ficar de olho. Realize as repetições e fique atento às correções do professor.

Complemente o treino de ombros

Outros dois exercícios podem potencializar o seu treino de ombros e garantir a evolução muscular. Veja quais são eles.

Desenvolvimento

Sente-se em um banco. Segure a barra com as palmas das mãos para a frente e com o afastamento igual à largura dos ombros. Estique os braços para cima e traga lentamente a barra para a frente do peito. Impulsione novamente para cima. Repita quantas vezes forem recomendadas por seu instrutor. 

Elevação frontal com halteres

Apoie-se na pontinha de um banco. Segure um par de halteres nas laterais do corpo. Fique com os braços estendidos e os polegares apontando para a frente. Levante um halter até a altura do ombro. Mantenha o cotovelo rígido. Traga o peso novamente para a posição inicial e repita.

Você investe na elevação lateral no seu treino? Gostou das dicas? Conte para nós! E aproveite para conferir as novidades de atividade física do Vivo Mais Saudável.

TAGS
treino de ombros
braço
deltoides
abdução de ombros

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ