Exercícios e Treinos

31/08/2015 01:27 - Atualizado em 05/12/2016 06:57

Cuidado! Malhar em jejum pode ser um perigo

O hábito faz queimar gordura rapidamente e é opção para quem quer emagrecer.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com o verão cada vez mais próximo, as rotinas de malhação e dieta de algumas pessoas se intensifica. E uma alternativa tem se popularizado entre os que desejam resultados rápidos: malhar em jejum. A prática é batizada com a sigla AEJ (aeróbico em jejum).

Também popular entre fisiculturistas, o truque seria usado para queimar gordura rapidamente. Entretanto, a opção deve ser revisada com cautela e o praticante deve conhecer os seus riscos. Entenda a seguir o que malhar sem comer pode causar no seu organismo.

melhar em jejum pessoas de costas na esteira

De acordo com Edilon Ávila Filho, personal trainer, a prática estimula a liberação do hormônio do crescimento (HGH). Uma das condições orgânicas ideais para isso é a baixa glicose sanguínea, situação encontrada quando a pessoa acorda pela manhã em jejum.

Edilon também lembra que não ingerir alimentos antes das atividades físicas ativa a ação lipolítica do corpo, responsável pelo metabolismo e pela conversão das gorduras em fonte de energia. “Tal aceleração do metabolismo das gorduras se mantém por poucas horas, variando segundo a individualidade biológica”, explica o personal trainer.

Saiba Mais
Descubra como amenizar a dor muscular pós-treino
Jejum prolongado não é a melhor maneira de emagrecer
Refeição pós-treino de musculação: Como preparar o seu cardápio de forma correta

Segundo o profissional, para malhar em jejum, é preciso saber que nosso organismo tende sempre a se manter em um estado de equilíbrio fisiológico, a chamada homeostase, adaptando-se rapidamente às demandas que impomos, procurando sempre se poupar ao máximo.

“Esse fato fisiológico gerou uma máxima que diz que quanto mais treinado é, menos treinável se torna - em especial os atletas de fisiculturismo, que vivem um estilo de vida muito peculiar, em termos de dedicação ao treinamento, alimentação e recuperação”, afirma Filho.

Conforme o personal, essas pessoas estão sempre em busca de evitar a homeostase, que de certa forma inibe a evolução física. “Isso caracteriza uma busca incessante em manter a gordura corporal relativamente baixa, enquanto preservam ou aumentam sua massa magra”, alerta o profissional.

Riscos de malhar em jejum

O especialista aponta que o nível de glicose sanguínea do praticante pode descer abaixo do limite mínimo, o que caracteriza um quadro de hipoglicemia. Dessa forma, ao malhar em jejum, você corre o risco de sentir tonturas, náuseas, vômitos e até mesmo desmaios.

Além disso, o profissional destaca que o corpo libera uma quantidade exagerada de cortisol, hormônio produzido pelas glândulas suprarrenais, localizadas acima dos rins. Ele serve para controlar o estresse e reduzir inflamações, além de contribuir para o funcionamento do sistema imunológico e regular os níveis de açúcar e a pressão arterial.

Esse descontrole de cortisol pode induzir a uma perda de massa e retenção hídrica no organismo, ou seja, a desidratação.

malhar em jejum pao integral e mel

5 dicas para treinar com saúde

Edilon Ávila Filho aponta cinco dicas para que você emagreça com saúde sem precisar recorrer diretamente ao hábito de malhar em jejum. Confira abaixo:

1. Prefira tomar um café da manhã energético, recompondo suas reservas, e vá para academia treinar o aeróbico

2. Comece com treinos contínuos e, à medida que for evoluindo em condicionamento, passe para treinos intervalados até atingir um novo nível de condição cardiorrespiratória

3. Tenha o acompanhamento de um profissional qualificado e credenciado, além da orientação nutricional

4. Condicione o volume e a intensidade de seus exercícios. Tudo dependerá de seus objetivos, e os profissionais poderão oferecer as melhores opções para você

5. Em caso de treino em jejum, os exercícios devem durar de 30 a 45 minutos e em intensidade baixa.

Você já malhou em jejum? Acha que deu resultados? Conte para nós! E continue de olho no Vivo Mais Saudável para conferir outras maneiras de emagrecer com saúde.

TAGS
emagrecer
treino em jejum
aeróbico
homeostase

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ