Exercícios e Treinos

24/06/2015 09:20 - Atualizado em 29/11/2016 04:58

Core training promove fortalecimento muscular

Músculos das regiões pélvica e lombar são trabalhados com o método core training.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quem é ligado em atividades físicas e está sempre em busca de treinos para fortalecimento muscular, não pode deixar de conhecer o core training. O método é direcionado ao estímulo de 29 músculos, trazendo resultados até na postura e no equilíbrio corporal, além de auxiliar na prevenção de lesões.

O treino foi elaborado para trabalhar o core, grupo muscular que abrange as regiões pélvica e lombar. Conforme Simone Zanini Dopico, professora de Educação Física da academia Fit Premium, são músculos que controlam e estabilizam os movimentos da pelve e da coluna.

core training

O que é o core training 

Conforme a especialista, o core training possui uma proposta diferenciada dos programas de treinamento convencionais. “A aplicação do método está focada em estabilizar os músculos do core e preparar a postura do indivíduo para enfrentar as atividades diárias e as práticas esportivas”, comenta.

De forma resumida, o core training pode ser entendido como um programa de treinamento que visa fortalecer a região do corpo onde se encontra o centro de gravidade e de força. “O interessante do método é que o aluno crie consciência corporal para poder praticar cada postura e exercício”, afirma Simone.

A maioria dos exercícios do core training usa o peso do próprio corpo - além de acessórios como bola suíça, elástico e outros. Uma das técnicas, com diversas variações, é a prancha. Ela tem como objetivo garantir muito mais equilíbrio e músculos trabalhados e fortalecidos.

Benefícios esperados com a prática

O método focaliza o condicionamento muscular da região lombo-pélvica, podendo oferecer uma série de benefícios para o corpo. Veja quais são os principais:

- Melhora as estabilizações posturais e as transferências de forças produzidas pelo corpo nas ações motoras

- Potencializa o equilíbrio corporal

- Tem grande plasticidade, adequando-se às necessidades específicas do indivíduo, sejam elas em nível doméstico ou desportivo

- Auxilia na prevenção de lesões.

Core training para todos

Todos podem praticar o treinamento, desde que expliquem as suas condições para o responsável. “O que pode ocorrer é o aluno ter alguma patologia e o professor tirar ou substituir algum exercício. Isso também vale para o nível de cada aluno, pois o professor monta a série conforme o nível de treinamento que o aluno se encontra”, explica Simone.

Ter a orientação médica, imprescindível sempre que você for iniciar uma atividade física, é essencial antes do início da prática do core training. “As principais dicas são: faça uma avaliação médica e também física na academia para acompanhar seus resultados e evolução. Use roupas adequadas, alimente-se bem e hidrate seu corpo”, finaliza.

Despertou o interesse para experimentar o core training? Deixe um comentário! E se mantenha por dentro das novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
treino
musculação
postura
equilíbrio

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ