Exercícios e Treinos

18/11/2014 03:46 - Atualizado em 21/11/2016 10:38

Conheça o krav magá, método de defesa pessoal de origem israelense

Krav magá usa golpes certeiros e violentos para neutralizar o adversário.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com a crescente violência que acomete o país, em parte atribuída ao despreparo das entidades responsáveis pelo seu combate, muitas pessoas têm procurado por maneiras de se proteger contra ataques físicos. Uma das técnicas mais famosas é o krav magá, que tem origem israelense e pretende ensinar procedimentos de defesa pessoal.

Embora a orientação das autoridades seja nunca revidar, independentemente do ataque, a fim de evitar complicações, há quem não aceite a postura submissa e prefira se preparar para saber como evitar riscos quando eles surgirem.

krav-maga

Krav magá não é um esporte

É importante não fazer confusão: o krav magá não é uma luta marcial, mas um método de autodefesa baseado em posturas corporais. Assim, não há regras ou competições - o objetivo é aprender como se defender de ataques individuais ou em grupo, sejam eles armados ou não. A prática envolve técnicas próprias de luta, como torções, pontapés e socos certeiros em locais específicos do corpo do adversário.

Por não se tratar de um esporte, todos os golpes e posturas corporais são permitidos. O treinamento busca aperfeiçoar o condicionamento físico e as técnicas de luta, a ponto de vencer qualquer tipo de violência de forma mais rápida e eficaz. Não há requisitos: a prática é acessível a todos, independentemente do condicionamento físico, da idade ou do sexo.

Técnicas de luta buscam atingir pontos fracos

Não há código de conduta ou qualquer tipo de ética no momento de se proteger contra um ataque à própria vida. Por isso, a ideia é tentar infligir o máximo de dor no oponente, dominando-o da forma mais rápida possível. Olhos e genitais são algumas da regiões mais visadas, em virtude da sensibilidade acentuada.

Os princípios filosóficos do krav magá incluem:

- Coragem: enfrentar os obstáculos, não importando a situação.

- Equilíbrio emocional: controlar as emoções, sem deixar que o medo o domine.

- Paciência: respeitar os limites do próprio corpo e entender que é preciso tempo para combater as limitações.

- Respeito: respeitar a si mesmo e ao próximo, mesmo que ele seja o inimigo.

Quanto às técnicas de luta, os principais procedimentos são:

- Ser o mais rápido

- Contra-atacar assim que for possível (ou atacar de forma preventiva)

- Atingir os pontos mais vulneráveis do corpo, como genitais, olhos, mandíbula, garganta e joelhos

- Neutralizar o oponente tão rápido quanto for possível, agindo com um fluxo contínuo de contra-ataques

- Usar os reflexos naturais do corpo

- Fazer uso de objetos ou ferramentas que estão no local para se favorecer

- Manter consciência do ambiente enquanto procura neutralizar o oponente, ficando atento a rotas de fuga ou possíveis armadilhas.

Origem do krav magá é israelense

A prática surgiu da necessidade do povo israelita em se defender das milícias antissemitas durante a década de 1930 e a Segunda Guerra Mundial. Seu principal mentor foi Imi Lichtenfeld. Com a independência do Estado de Isreal em 1948, o krav magá transformou-se na filosofia de defesa adotada pelo Tzahal, o serviço militar israelense, que inclui polícia e serviço secreto.

Gosta das nossas dicas de atividade física? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
luta
esporte
defesa pessoal
atividade física

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ