Exercícios e Treinos

07/04/2015 12:21 - Atualizado em 05/12/2016 10:02

Combata os efeitos do fígado preguiçoso com os exercícios certos

Além do tratamento médico, a atividade física adequada também ajuda a estimular o funcionamento do fígado.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quando se fala em fígado preguiçoso, isso quer dizer que o órgão não possui um bom desempenho das suas funções hepáticas, trabalhando com lentidão. Pode causar sintomas como olhos amarelados, cansaço e dores articulares, dificultando também o funcionamento de outras partes do organismo.

Além de acompanhamento médico, o tratamento para o problema pode ser complementado com uma dieta adequada e a prática de alguns exercícios físicos. As atividades também devem ser indicadas por um profissional, e podem ajudar a controlar os sintomas e a recuperar o fígado.

figado preguicoso

Sintomas e complicações do fígado preguiçoso

O fígado é um órgão essencial para o corpo humano, pois tem diversas funções que contribuem para o bom funcionamento de todo o organismo. Ele limpa o sangue, elimina toxinas, sintetiza os carboidratos e lipídeos, ajudando a evitar hemorragias e armazena substâncias como vitamina A, D, K e E, básicas para fornecer energia ao corpo.

Quando o órgão não desenvolve essas funções como deveria, diminuindo o seu desempenho e se tornando lento, é chamado de fígado preguiçoso. Vários fatores podem causar essa dificuldade no funcionamento, como alimentação ou até mesmo algum outro problema do organismo.

Os sintomas mais frequentes de um mau funcionamento do fígado são olhos amarelados, cansaço, dores articulares, má digestão, mau hálito, prisão de ventre, aumento de peso, colesterol e triglicerídeos elevados, cálculos na vesícula biliar, excesso de calor corporal associado à transpiração ou odores corporais muito ativos.

Em casos de fígado preguiçoso, quando o órgão trabalha devagar ou deficientemente, ele não consegue metabolizar e eliminar os resíduos tóxicos presentes no organismo. Com isso, essas toxinas acabam entrando na circulação sanguínea, prejudicando o funcionamento de várias outras partes do organismo.

Exercícios físicos como tratamento

Alguns exercícios são mais indicados para quem tem fígado preguiçoso, ajudando a limpar e regenerar o órgão. Porém, antes de começar qualquer atividade, devem ser levadas em consideração as restrições médicas da pessoa, sempre buscando a orientação de um profissional qualificado, que possa avaliar as condições e as limitações de cada caso.

Entre as atividades mais indicadas estão a caminhada e a corrida intercaladas, com frequência de três a quatro vezes por semana. O treino pode ser montado com dois minutos de caminhada moderada e 30 segundos de corrida rápida, num total de 20 minutos.

Com esses picos mais intensos, o organismo estimula as células a metabolizar o açúcar e a usar a insulina de forma eficaz, além de elevar o gasto calórico.

A dieta indicada para limpar o fígado deve conter frutas e verduras diariamente, como maçã, kiwi, uva, cereja, espinafre, alcachofra, aspargos, vegetais de folhas verde-escuras, nozes e laranja, limão, mirtilo e tomate.

Devem-se evitar alimentos fritos e congelados, o consumo exagerado de proteínas e carboidratos, bebidas com gás e açucaradas e, principalmente, o álcool.

Além dos exercícios adequados e do cuidado com a dieta, que ajudam a tratar e prevenir o fígado preguiçoso, o acompanhamento médico e o uso de medicamentos também são indicados para limpar e recuperar o órgão corretamente.

Gostou das dicas para combater o fígado preguiçoso? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
fígado
corrida
olhos amarelados
funções hepáticas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ