Exercícios e Treinos

27/03/2015 10:31 - Atualizado em 07/11/2016 12:55

Baby pilates faz bem para mamães e bebês

Modalidade melhora problemas pós-gestação e ainda entretém mães e filhos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Mães não podem fazer exercício físico logo após a gravidez, certo? Errado. Elas podem e devem. É por isso que o baby pilates tem ganhado cada vez mais adeptas, que realizam a atividade para fortalecer a musculatura e estreitar os laços com o bebê. 

A relação entre atividade física e mães de recém-nascidos sempre foi um tabu. Porém, diversas famosas já apareceram com o corpo em forma poucos meses após o parto. Quer saber como isso é possível? Conheça mais sobre o baby pilates e os benefícios desse exercício para a mulher e a criança.

baby pilates

Benefícios do baby pilates

Se você é do tipo de mãe que se preocupa com a boa forma e não quer perder o contato com os exercícios depois da gestação, o baby pilates é uma excelente alternativa. Entre os benefícios da prática, estão uma melhora postural e a recuperação dos músculos da pélvis e do abdômen.

Além disso, a flexibilidade é aumentada, o tônus e a força muscular se recuperam e a forma física retorna de modo mais rápido. Tudo isso interagindo com o bebê, que ganha sensação de bem-estar e relaxamento, estimulação da flexibilidade de forma natural e desenvolvimento psicomotor impulsionado.

O objetivo principal do pilates com bebês é auxiliar as mães no processo de recuperação da boa forma física, melhorando também a autoestima e o vínculo afetivo com a criança. Quando o bebê já tem contato com exercícios físicos desde a infância, sente-se mais motivado a praticá-los também ao longo da vida.

Grande parte dos movimentos é feita em dupla, sendo o bebê utilizado como sobrecarga para fortalecer os grupos de músculos. As crianças realizam estímulos de acordo com a idade, tornando a aula uma espécie de brincadeira entre mães e filhos.

Como funciona uma aula de baby pilates?

As aulas de baby pilates são realizadas em um estúdio, com os aparelhos próprios para as atividades. Geralmente, duram entre 45 minutos e uma hora e meia, terminando com massagens e exercícios clássicos para duplas. Em praticamente todos os momentos, mãe e bebê permanecem juntos e se beneficiam com o relaxamento da prática.

Os exercícios são adaptados individualmente, respeitando as necessidades da mãe e do filho. Treinos para fortalecer o abdômen e o peito, por exemplo, são feitos levantando a criança em sucessivas séries. É também programado um equilíbrio entre uma atividade e outra, para que o bebê não fique agitado ou entediado.

No baby pilates, é fundamental o acompanhamento de um profissional que oriente a mãe nos exercícios, prevenindo lesões ou práticas erradas. Mulheres que ganham muito peso na gestação merecem atenção especial, pois é possível emagrecer, mas sempre com disciplina e alimentação saudável.

Além do peso, que é reduzido, as dores nas costas e nos quadris e os problemas de postura comuns das grávidas podem ser melhorados no pilates com bebê. Antes e depois do parto, a prática diminui a incidência de enjoos, promovendo uma recuperação mais rápida, que tonifica os músculos e combate flacidez e estrias.

Gostou da novidade? Conte para nós! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligada em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
pilates
exercícios pós-parto
gestação
mãe e filho

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ