Exercícios e Treinos

26/02/2016 11:00 - Atualizado em 22/11/2016 12:18

Acerte no treino com a isometria

A isometria é recomendada para pessoas que estejam se recuperando de lesões.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você acabou de reabilitar o corpo após uma lesão e está pensando em voltar para os treinos de academia? Pois a isometria pode fazer parte do seu programa de exercícios. Recomendada principalmente para pessoas que estejam em fase de recuperação, essa técnica é baseada na contração e no fortalecimento muscular.

Felipe Linck Moehlecke, professor da academia Bio Ritmo, explica que não existem movimentos de articulação durante a prática desse tipo de exercício. Ou seja, você realiza uma contração muscular estática, em uma amplitude definida, mantendo a região imóvel por alguns segundos.

mulher faz exercício de isometria

Importância da isometria

Um bom exemplo, de acordo com Moehlecke, é o de uma pessoa sentada que, a partir de certo momento, resolve esticar o seu joelho à frente. Durante a extensão, ela estaria praticando a isometria da musculatura da coxa. Esse tipo de exercício pode ser praticado com os membros inferiores e superiores, em qualquer aparelho de academia.

Durante a prática na mesa flexora, por exemplo, você pode segurar o peso no ar por alguns segundos, contraindo a musculatura posterior e estimulando-a por completo. O supino direto, outro clássico dos treinos, pode ser potencializado se você segurar o peso estático durante a finalização da última execução.

A isometria é geralmente recomendada para idosos, em seus programas específicos de treinamento. “Ela também é muito praticada na recuperação de lesões, tanto por parte dos fisioterapeutas quanto pelos educadores físicos”, lembra o professor. Por ser bastante simples, ela é fácil de entender e de executar. 

Os exercícios proprioceptivos também podem ser recomendados como complemento. “Eles são basicamente trabalhados através do equilíbrio corporal, fortalecendo assim as musculaturas desejadas”, descreve Moehlecke.

Pratique isometria em casa

Prancha

Tão efetiva quanto odiada por muitos praticantes, a prancha é um exercício isométrico que fortalece a musculatura do core. Para praticar, deite no chão e apoie o corpo com os cotovelos. Sustente-se apenas com a ponta dos pés. Conte 30 segundos e relaxe. Repita três vezes ou mais.

Agachamento sem peso

É uma boa dica para quem está começando a treinar. Esse exercício estimula a musculatura das pernas e do bumbum. Encoste-se numa parede e mantenha as suas pernas flexionadas e abertas na largura do quadril. Sustente essa posição por 30 segundos. Relaxe e repita mais cinco vezes.

Ainda que essas opções sejam fáceis e possam ser praticadas em casa, é indispensável procurar orientação profissional para incluir essa técnica em sua rotina de treinos. Um especialista poderá indicar os melhores exercícios para as necessidades do seu corpo, garantindo, também, que você execute os movimentos corretamente.

Gostou das dicas de atividade física? Então aproveite para compartilhar o conteúdo com seus amigos! E fique de olho nas novidades do Vivo Mais Saudável

TAGS
exercícios isométricos
academia
contração muscular
força

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ