Esporte

23/06/2014 09:00 - Atualizado em 06/12/2016 02:26

Trekking, esporte de aventura que fortalece ossos e músculos

Trekking alia atividade física e contemplação da natureza.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Atividades físicas são benéficas em qualquer momento e lugar, mas realizá-las em meio à beleza da natureza as torna ainda mais satisfatórias. No trekking, a caminhada ocorre em trilhas que podem passar por florestas, riachos, cavernas e montanhas. Descubra o que essa atividade física propicia aos seus praticantes e como aderir a esse esporte de aventura.

Benefícios do trekking

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

O trekking é um esporte de grandes benefícios e pequeno investimento. Com tênis, repelente, filtro solar, mochila e roupa confortável, é possível começar, embora também seja recomendado o uso de GPS e bússola durante os passeios.

Para o corpo, o trekking proporciona resultados bem interessantes. Por aliar tantas qualidades, tornou-se um dos esportes de aventura mais praticados no Brasil. Os resultados são o fortalecimento dos ossos, músculos, tendões e ligamentos, principalmente das pernas, redução do peso corporal e incremento da resistência cardiovascular e da circulação.

Além do ganho físico, o esporte também ajuda a manter o corpo em forma e a mente relaxada, com a melhora da autoestima e da qualidade do sono. Tudo isso o trekking proporciona, além da convivência com a natureza, ar puro e aventura. Os praticantes concordam que o esporte agrega menor risco e menor carga de problemas se forem dosados e respeitados os limites de cada pessoa.

Prática do trekking

O trekking pode ser categorizado em três níveis de dificuldade: leve, direcionada a iniciantes, fazendo percursos mais planos com duração máxima de 1 hora; médio, para praticantes com nível de experiência intermediário, e com duração máxima de 2 horas; e pesado, para praticantes experientes ou competidores, com duração acima de 3 horas e até mesmo dias.

trekking alia o prazer em contemplar a natureza com os benefícios da atividade física. Mas se engana quem pensa que, para praticá-lo, basta colocar uma bota nos pés e sair por aí. Por mais simples que possa parecer, esse exercício deve ser feito de forma adequada, com segurança e orientação, a fim de que a diversão não acabe mal. 

Um dos aspectos mais importantes dessa atividade é a solidariedade. Como não dá para percorrer trilhas sozinho, deve-se recorrer aos companheiros de aventura. E para o primeiro trekking em determinada região, recomenda-se o reconhecimento prévio da área, o acompanhamento de alguém que já conheça o local ou a contratação de um guia especializado que tenha bom conhecimento das trilhas do lugar.

Abaixo você pode conferir algumas dicas importantes de como se preparar para a atividade. Estas recomendações dizem respeito a um trekking que pode conter banho de cachoeira, caverna e escalada: 

Dicas para o trekking

- Procure informar-se sobre o local no qual vai fazer trekking

- Adquira uma mochila adequada

- Evite usar bota nova para fazer trilha

- Não leve excesso de peso

- Leve sempre mapa, bússola e GPS

- Não danifique a trilha

- Informe a sua família para onde você vai, algum meio de contato e a previsão de retorno

- Faça o trekking acompanhado de um guia experiente ou uma agência especializada.

Você já praticou trekking? Conte para gente o que que você acha do exercício. Caso também tenha hábito de praticar outros exercícios na natureza, compartilhe suas experiências e dicas.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ