Esporte

01/09/2015 12:58 - Atualizado em 18/03/2016 12:07

Treinos intervalados: Saiba os benefícios relevantes no seu organismo

O educador físico William Valadares explica como os treinos intervalados podem fazer bem para sua saúde.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Foi publicado um estudo recentemente no Journal of the American Geriatrics Society sobre treinos intervalados. Envolveu grupos de pessoas da terceira idade, que participaram duas vezes por semana de sessões de exercícios de alta intensidade. Os atletas pedalaram o mais intensamente possível durante seis segundos, e depois descansavam pelo menos um minuto, ou no tempo em que os batimentos cardíacos voltassem a valor de 120 batidas por minuto.

Após um mês, os voluntários diminuíram a pressão sanguínea e aumentaram a capacidade de enviar oxigênio aos músculos. Com base neste estudo, o Portal De Bem com a Vida foi procurar William Valadares, educador físico e mestre em educação em diabetes pela Santa Casa de Belo Horizonte, para explicar quais são os benefícios para pacientes com diabetes deste tipo de treino.

“Muito tem estudado atualmente sobre o treinamento intervalado de alta intensidade. Alguns estudos demonstraram que este tipo de treino tem mais eficácia que os treinamentos tidos como tradicionais, no que diz respeito: ao aumento da taxa metabólica de repouso pós-exercício, à melhora do consumo máximo de oxigênio, à otimização no auxílio à perda de gordura corpórea e à redução significativa da resistência à insulina”, especifica William.

Para saber como funciona este tipo de treino, o educador físico nos fornece um exemplo. “20 segundos de corrida intensa, após 4 minutos de corrida moderada (repetir o processo até uma sensação de cansaço aumentada). O ideal é que se alterne com movimentos de baixa intensidade e termine sempre com o chamado volta à calma. Recomenda-se a redução gradativa da intensidade, após um esforço físico, esperando que o corpo volte a um estado de homeostase, ou seja, de estabilidade ao estado anterior de esforço físico.”

Como está seu condicionamento físico? Faça o teste

Treinos intervalados para diabéticos

Para realização do treinamento intervalado, o educador físico faz algumas ressalvas. “Treinos de alta intensidade já foram aplicados em pessoas com diabetes e hipertensas. Muitos estudos têm mostrado resultados interessantes na utilização deste tipo de método e inclusive reduções mais significativas na glicemia e pressão arterial, minutos ou horas após o exercício. No entanto, ainda se discute muito a segurança da aplicação deste tipo de método, principalmente se tratando de indivíduos com diabetes tipo 2, diabetes tipo 1 com presença de complicações crônicas e indivíduos hipertensos em estágios mais avançados da doença. São necessários mais estudos para comprovar a segurança da aplicação deste tipo de método para determinados públicos e é importante ressaltar que os modelos de treinamentos mais tradicionais também possuem benefícios metabólicos.”

Por isso, William ressalta: “Há estudos, que demonstram resultados otimizados do treino intenso intervalado e outros que confrontam estes estudos que demonstram efeitos maiores ou similares nos modelos de exercícios moderados ‘tradicionais’, sendo que estes possuem um maior respaldo de segurança na área científica. E com isso, aconselho aguardar novas pesquisas para que esse tipo de método seja utilizado em segurança no campo de trabalho, academias, etc.”

É bom termos conhecimentos de estudos que estão sendo feitos tanto aqui no Brasil como em outros países. Mas sempre antes de tentar modificar o treino, converse com o médico e com o educador físico para que possa utilizar estas metodologias, sejam elas tradicionais ou intensas intervaladas, com segurança.

Acesse nosso Especial Diabetes em parceria com a ADJ Diabetes Brasil.

TAGS
treinos intervalados
atividade física
cuidados com a saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ