Esporte

09/09/2014 03:22 - Atualizado em 07/12/2016 08:00

Surf desenvolve equilíbrio e coordenação motora

Surf é um esporte que trabalha praticamente todos os grupos musculares.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com perfeita integração à natureza, o surf é um esporte único, que conta com praticantes apaixonados pelo esporte. Tanto entusiasmo não é por acaso: os benefícios da prática do surf são difíceis de enumerar e incluem melhorias no equilíbrio - físico e mental - e aperfeiçoamento da coordenação motora.

Benefícios do surf à saúde

Apesar de ser considerada por algumas pessoas uma atividade de baixo impacto, por desenvolver-se totalmente na água, o surf tem exigências físicas que proporcionam uma série de benefícios à saúde do praticante.

O primeiro deles - e mais óbvio - tem a ver com o equilíbrio. A necessidade de permancer em cima da prancha força o surfista a aperfeiçoar o equilíbrio, o que exige conhecimento do próprio corpo e harmonia da mente com os movimentos, refletindo na maneira como ele leva a vida fora da água, inclusive no aspecto emocional.

surf

Trata-se, também, de um excelente exercício cardiorrespiratório e cardiovascular, por desenvolver, a exemplo da natação, praticamente todos os grupos musculares do corpo. No momento de superar a rebentação para chegar ao alto-mar, o surfista trabalha principalmente os braços, costas e ombros. Já em pé, há o esforço dos membros inferiores e do abdômen, embora, nesse caso, a técnica e o equilíbrio sejam muito mais exigidos do que a força propriamente dita.

Todo esse esforço acaba por melhorar de forma significativa a coordenação motora, fundamental para aliar o equilíbrio na prancha à harmonia exata de movimentos para pegar a onda. Além disso, a queima calórica durante a atividade é considerável, motivo pelo qual o esporte também é indicado a quem busca perder peso.

Os primeiros passos para começar a surfar

Antes de invadir o mar com uma prancha embaixo do braço, algumas precauções são fundamentais. A primeira delas - não custa lembrar - é saber nadar. A escolha do equipamento ideal, que pode incluir prancha e roupa de mergulho, por exemplo, também é importante.

surf

Para quem realmente busca iniciar no esporte, recomenda-se a orientação de um professor especializado ou a inscrição em uma escola de surf, já bastante comuns nas praias brasileiras. Estima-se que, após um mês de treinos duas vezes por semana, o aluno já consegue ir ao mar e pegar as primeiras ondas.

Integração do surf com a natureza

Eis aí outro motivo pelo qual o esporte é apaixonante e desestressante. Conhecer diferentes praias, explorar novos relevos, climas e culturas diferentes faz parte da mística que envolve o esporte. O conhecimento a respeito de ondulações, ventos, correntes e marés também acaba sendo inevitável.

Uma história que começa no século dezoito

Embora, no Brasil, a primeira entidade oficial tenha sido criada apenas em 1965, com o nascimento da Federação Carioca de Surf, os primeiros relatos da prática do esporte remetem à descoberta do arquipélago do Havaí, no século dezoito, pelo navegador inglês James Cook.

O esporte ganhou força e repercussão internacional, porém, apenas em 1912, quando o nadador Duke Paoa Kahanamoku conquistou uma medalha de ouro nas olimpíadas de Estocolmo e declarou ao mundo sua paixão pelo surf, afirmando que surfar é o ato de “cavalgar ondas do mar”. A partir daí, tanto o esporte como o Havaí, terra natal de Kahanamoku, ganharam destaque.

E aí, você curte nossas dicas de esporte? Então deixe um comentário! E não esqueça de ficar ligado na nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
surfe
esporte
atividade física

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ