Esporte

28/12/2015 10:00 - Atualizado em 29/11/2016 03:48

Ser um salva-vidas exige corpo em forma

Profissional é responsável pela segurança em áreas aquáticas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Só de saber que ele está logo ali, muita gente já se sente mais segura para desfrutar da água do mar. O salva-vidas é um profissional responsável pelo bem-estar dos frequentadores das praias e um verdadeiro super-herói, quando necessário.

No dia 28 de dezembro, comemora-se o Dia do Salva-Vidas e, por isso, o Vivo Mais Saudável traz informações e curiosidades sobre essa importante profissão. Fique por dentro das obrigações e responsabilidades do profissional e saiba como se tornar um.

salva-vidas praia com guarita

As obrigações do salva-vidas

O também chamado guarda-vidas recebe um treinamento para realizar medidas preventivas e educacionais, além de orientar os banhistas em ambientes aquáticos. O seu principal objetivo é evitar afogamentos, mas ele também alerta as pessoas sobre possíveis adversidades do local, como buracos, ondas grandes e animais como águas-vivas ou tubarões.

Em caso de salvamento, o salva-vidas é o responsável pela retirada da vítima da água, pelos primeiros socorros e pela verificação do estado do indivíduo. Geralmente, o trabalho é em duplas e ambos ficam em um local com boa visibilidade para a área aquática.

Para exercer a atividade, é preciso ser maior de 18 anos, ter concluído o Ensino Fundamental - em alguns estados é necessário ter o Ensino Médio, também - e estar com boa saúde. Além desses requisitos, o guarda-vidas deve estar preparado para manter um treinamento constante para conquistar o preparo físico ideal para o trabalho.

Saiba Mais
Circuito na praia mantém o corpo em forma
Bloqueador solar previne rugas e câncer de pele
Correr na praia traz muitos benefícios para o corpo

A rotina de treinos do salva-vidas

As características fundamentais de um salva-vidas giram em torno de um bom preparo físico. Afinal, mais que saber nadar muito bem, é preciso estar apto para enfrentar situações adversas e muito esforço dentro e fora d'água.

O profissional deve conquistar resistência aeróbia, anaeróbia e muscular. Seja para fazer o salvamento, trazer a vítima para fora da água ou aplicar os primeiros socorros, ele precisa ter capacidade de concentração, disciplina e velocidade.

Para desenvolver tais exigências, o guarda-vidas deve manter uma rotina de treinos regular, apostando em atividades aeróbicas, para melhorar os sistemas respiratório e circulatório, e musculação, visando à força do corpo. Além disso, exercícios preventivos também são importantes para o sucesso do salvamento.

Fora o preparo físico, o preparo mental também é importante. O profissional lida com situações de risco e precisa de agilidade e foco, em casos de salvamentos. Estar ciente dessas exigências é fundamental para alcançar o sucesso na profissão.

A comemoração do Dia do Salva-Vidas relembra o importante trabalho realizado por esses profissionais, que arriscam a própria vida pela segurança dos banhistas. Por isso, é importante que qualquer pessoa seja consciente e responsável na hora de entrar no mar ou na piscina.

Oriente seus filhos ou familiares e fique atento às recomendações das bandeiras. Evite entrar no mar em dias de indicação de perigo e não se distancie muito da orla. Desfrute de um verão mais tranquilo!

Você já pensou em ser um guarda-vidas? Deixe um comentário! E continue acompanhando as dicas de atividade física do Vivo Mais Saudável.

TAGS
verão
praia
afogamento
primeiros socorros

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ