Esporte

03/03/2015 01:38 - Atualizado em 09/12/2016 04:12

Dança flamenca: Conheça os benefícios desse ritmo dramático e sensual

Dança flamenca tem origem na cultura cigana e mistura canto e dança.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Originária da cultura cigana e um dos elementos mais marcantes da arte espanhola, a dança flamenca une um pouco de cada cultura. Mas a pluralidade não para por aí. A dança traz uma série de benefícios ao corpo e à mente. Ela melhora a coordenação motora, fortalece a musculatura, alinha a coluna vertebral e é válvula de escape para o estresse. Conheça o ritmo.

danca flamenca

Os passos da dança flamenca

O posicionamento do corpo é uma das partes mais importantes da dança flamenca. As pernas devem ficar em demi plié, ou seja, semiflexionadas. O quadril precisa ficar encaixado, mantendo a coluna ereta e os glúteos contraídos. É preciso elevar os ombros e levá-los para trás, estufando o peito. A postura é o elemento que diferencia o flamenco dos demais ritmos.

Outra característica marcante dessa dança é o sapateado. Cada tipo de toque no chão representa um passo diferente. O golpe, por exemplo, é uma pisada forte que utiliza todo o pé, emitindo um som mais alto e marcado. Já a planta é a passada que utiliza somente a parte superior do pé. Esse passo tem um som mais baixo e é utilizado entre dois golpes ou dois tacos.

O passo do taco é quando a pisada é feita somente com a região do calcanhar. No caso feminino, o salto do sapato é que causa o ruído firme. Punta é o passo em que o bico do sapato entra em contato com o solo. Escobilla, ou escova, é uma mistura de taco e planta.

Os movimentos das mãos estão sempre ligados à saia e às castanholas, tradicionais dessa dança. São movimentos expansivos e circulares. O bailarino deve circular pelo palco ou pelo salão, girando o corpo e sapateando ao mesmo tempo.

O contato visual entre os parceiros precisa ser constante e as roupas volumosas e fluidas favorecem o espetáculo visual da dança flamenca.

Benefícios da dança flamenca

danca flamencaA dança flamenca é uma opção ao RPG - Reeducação Postural Global, técnica da fisioterapia que busca reverter desvios na coluna vertebral.

Durante as sessões de RPG, o aluno deve ficar em posições que corrijam as imperfeições na sua postura.

Dessa forma, o cérebro recebe estímulos para memorizar aquela posição. Aos poucos, a pessoa realiza uma correção inconsciente de sua postura.

A prática do flamenco exige que a pessoa realize movimentos de extensão, redução de lordose, reversão da rotação de quadril e alinhamento da região cervical.

Durante a hora de duração da aula, o corpo se mantém nessa postura de alinhamento da coluna e envia ao cérebro os estímulos de posicionamento.

Automaticamente, a posição do flamenco passa a ser vista como posição correta pelo corpo.

Queima acelerada de gordura é outro dos benefícios da dança flamenca. A atividade exige força e amplitude na realização dos passos e posturas.

O corpo se movimenta muito e consome uma grande quantidade de energia para se manter em movimento. Ela é retirada das reservas de gordura do corpo, ocasionando o emagrecimento.

A Universidade Nacional de Brasília estudou a dança flamenca e apontou que a prática tem grande influência sobre a autonomia de idosos portadores de Alzheimer na realização das atividades básicas do cotidiano. A contagem dos passos e a exigência de coordenação motora mantêm a memória ativa e exploram a concentração e o foco.

Gostou das dicas de atividade física? Então deixe um comentário! E concorra agora a um smartphone Sony Xperia enviando um zap para o Vivo Mais Saudável. Adicione (21) 96702-5151 nos contatos do seu celular e responda: "Como um app pode ajudar você a ser mais saudável?". Saiba mais aqui.

TAGS
dança
flamenco
condicionamento físico
postura

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ