Esporte

25/04/2015 10:26 - Atualizado em 02/12/2016 01:26

Corrida de montanha exige preparo físico

Essa modalidade de corrida não é recomendada para iniciantes, devido ao desgaste.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se você não está acostumado a corridas mais intensas e com obstáculos, talvez não seja uma boa ideia praticar a corrida de montanha. Esse tipo de atividade física é repleto de barreiras naturais, que exigem bastante capacidade do praticante.

Terrenos que mudam, subidas íngremes, desfiladeiros, pedras e buracos são comuns em uma montanha, o que torna o percurso bastante intenso. É necessário muito fôlego e resistência, quase a um ritmo de competição, para praticar a corrida. Está disposto a tentar, mesmo assim? Saiba mais.

corrida de montanha

Preparação para a corrida de montanha

Quer se preparar para uma corrida de montanha? É necessário se dedicar a algumas práticas físicas antes da subida. Entre os treinamentos que podem ser feitos pelos futuros corredores, estão atividades focadas em subidas, treinos na montanha e exercícios de estabilidade.

Subir ladeiras é o principal hábito que deve ser adquirido por quem deseja se tornar um corredor de montanhas. A subida é a maior dificuldade encontrada por quem corre, exigindo fôlego e bastante resistência dos músculos. Além disso, ela diminui o rendimento da corrida, que passa a ser mais lenta.

Faça exercícios mais simples no começo, de agachamento, avanços, flexões de perna, subida em plataformas, corrida em escadas, saltos avançados e outros que exijam da sua capacidade de concentração e da força nas pernas e nas coxas. Busque orientação antes de começar, pois o risco de lesões é alto.

A pliometria, uma técnica que combina exercícios com saltos em um percurso, é ideal para quem quer fazer corrida de montanha. Como essa modalidade terá chão irregular, descidas perigosas, obstáculos e pedras soltas, muitas vezes será necessário saltar para escapar dos empecilhos. Um treinamento específico para isso é muito importante.

Em função do terreno acidentado, é crucial prevenir acidentes e lesões. Por isso, fortalecer os tornozelos e os joelhos com exercícios localizados, em casa ou na academia, melhora a capacidade de equilíbrio e permite um melhor rendimento na instabilidade dos aclives e declives.

Subindo a montanha

Mesmo não sendo qualquer pessoa que pode praticar a corrida de montanha, mas sim alguém com preparo físico, a primeira vez sempre deve ser bem planejada. Diferentemente de corredores comuns, os que sobem um terreno inclinado devem conhecer o percurso antes para evitar imprevistos.

Na rua ou em pistas, não há muitos obstáculos no caminho, nem ar rarefeito em função da altitude. Por isso, procure se informar sobre o local onde você pretende praticar a corrida. Converse com outros corredores, investigue como são as condições de temperatura, quais as principais dificuldades do percurso e o equipamento que deve ser levado.

Busque também uma orientação técnica de professores de educação física ou personal trainers para descobrir as melhores formas de preparar e aquecer o corpo para a corrida de montanha.

Antes da subida, alimente-se bem, mas com moderação. Hidrate-se bastante, consuma alimentos digestivos e de fácil queima calórica. Energéticos especiais para atletas também são excelentes para garantir melhor disposição durante a prática.

Por fim, separe a roupa mais adequada para correr, principalmente o tênis. Como o terreno pode ser úmido em algumas partes, o ideal é que ele seja um modelo abotinado e antiderrapante. Prepare-se também para afundar o pé na lama. Você não sabe exatamente o que encontrará no caminho.

Já pensou em praticar esse esporte? Comente aqui! E não esqueça que você sempre encontra dicas para melhorar sua qualidade de vida aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
exercícios
corrida
altitude
exercício ao ar livre

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ