Esporte

07/03/2015 01:21 - Atualizado em 10/12/2016 11:58

Contorcionismo: Arte circense dá força e flexibilidade

Exercícios de contorcionismo exigem prática e muita paciência, mas compensam.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dobrar-se além de um limite considerado normal e alongar o corpo mais que a capacidade de outras pessoas: essas são as principais características do contorcionismo. Os movimentos realizados visam a atingir posições extremas, fazendo dobras corporais para a frente ou para trás.

Treinar esse tipo de exercício requer muito foco e alongamentos intensos, que só permitem se contorcer completamente após muito tempo. Para os iniciantes, as atividades são mais leves e tem a finalidade de testar os limites.

contorcionismo

Aquecimento é fundamental para praticantes do contorcionismo

Intensidade e dificuldade começam a ser inseridas aos poucos nos treinos de quem faz contorcionismo. Os alongamentos iniciais são para dobrar o corpo para a frente, para trás e para os lados. No começo, os primeiros passos e atividades têm a finalidade de trazer as pernas por cima da cabeça e para trás das costas.

Esse tipo de alongamento deve ser praticado intensamente para que o corpo se adapte e crie flexibilidade. Os resultados aparecem quando a prática é feita de três a sete dias por semana, com repetições de dez vezes por sessão.

Aquecer-se de forma correta é crucial para a saúde do corpo durante a prática do contorcionismo. Antes de começar os exercícios, é necessário aumentar a temperatura corporal e dos músculos para que a resistência à intensidade das atividades seja maior. Além disso, o alongamento proporciona melhor flexibilidade, prevenindo o estiramento muscular.

Exercícios aeróbicos costumam ser um excelente aquecimento antes de contorcer o corpo. Corrida, ciclismo e caminhadas, de 15 a 20 minutos, proporcionam um alongamento leve e preparam os músculos para as atividades mais intensas.

Contorcionismo exige cuidado e técnica

Se você quer começar a praticar o contorcionismo, primeiro procure um local especializado para treinar. Os exercícios podem ser arriscados, sem um bom preparo físico e orientação. No início, é necessário fazer as atividades de alongamento com movimentos lentos e controlados.

Contorcer-se é difícil, por isso os movimentos são leves e vão testando o aluno. Quando ele atinge certo desconforto, mantém a posição por algum tempo para que o corpo se adapte. Depois, vai seguindo com a mesma leveza em outros exercícios. É necessário tempo e determinação para conseguir alongar-se bem.

Quando força manobras arriscadas sem preparo, a pessoa pode distender algum músculo e provocar lesões. A maioria dos casos ocorre porque, ao se contorcer, o indivíduo balança ou empurra o corpo para conseguir se esticar mais.

Para começar a praticar o contorcionismo, um dos primeiros exercícios a se fazer é o de inclinação frontal. Em pé, com as pernas separadas na largura do ombro, apoia-se a mão em uma cadeira à frente. Os braços são mantidos esticados e o corpo é inclinado para a frente, forçando os ombros e o peito em direção ao chão.

Para finalizar, faz-se a inclinação lateral. Em pé, as pernas são separadas em uma largura maior que a dos ombros, mantendo as costas retas. A mão direita é colocada no quadril direito ou na parte de cima da coxa. As pernas são mantidas esticadas e o corpo, inclinado para a direita.

Conforme for se inclinando, a mão direita desliza pela perna no sentido do solo. Além de alongar-se, você se prepara para começar a contorcer-se.

Gostou das dicas de atividade física? Então deixe um comentário! E concorra agora a um smartphone Sony Xperia enviando um zap para o Vivo Mais Saudável. Adicione (21) 96702-5151 nos contatos do seu celular e responda: "Como um app pode ajudar você a ser mais saudável?". Saiba mais aqui.

TAGS
força
flexibilidade
alongamento
dica de exercício

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ