Esporte

27/03/2016 12:00 - Atualizado em 07/12/2016 09:49

Aula de natação melhora o condicionamento físico

O esporte contribui para a coordenação motora, a flexibilidade e o sistema cognitivo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Não é novidade para ninguém que a prática regular de atividades físicas está diretamente associada a um organismo mais saudável. Entre as opções benéficas para manter o bom funcionamento do corpo, a aula de natação pode ser uma ótima aliada.

O esporte é democrático, podendo ser praticado por pessoas de todas as idades. Os benefícios envolvem tanto a saúde do corpo quanto da mente. A seguir, você confere por que essa atividade tem tudo para fazer parte da sua rotina.

meninas pequenas em aula de natação

Benefícios da aula de natação

Investir numa aula de natação proporciona diversas melhorias para a saúde do organismo. Os praticantes do esporte conquistam um aumento na capacidade circulatória e respiratória, além de desenvolver mais massa muscular. A ampliação dos movimentos articulares também é um ponto positivo, pois garante maior flexibilidade.

O sistema cognitivo é outro beneficiado. A atividade está relacionada à melhora na capacidade de raciocínio e à diminuição de sintomas de doenças cerebrais, como o Alzheimer.

Além disso, uma aula de natação pode ser ótima para afastar outros sinais da idade avançada. Como os pulmões trabalham para liberar oxigênio ao sangue e ao coração, a condição geral das células do corpo fica melhor.

A natação também colabora para melhorar o equilíbrio e a coordenação motora, além de ser um esporte que, por ser realizado dentro da água, não costuma causar lesões. Já se você está de olho na balança, saiba que a atividade contribui para o emagrecimento.

A recomendação é que a aula de natação ocorra de duas a cinco vezes por semana. O ideal é que o aluno pratique de 30 a 60 minutos da atividade, incluindo o tempo de aquecimento e alongamento. É importante, ainda, contar com o apoio de um educador físico ou de um fisioterapeuta para receber orientações sobre os movimentos corretos dentro da piscina.

Diga não ao sedentarismo

Uma pesquisa realizada pelo Ministério do Esporte, chamada de Diagnóstico Nacional do Esporte, revelou que o sedentarismo atinge 45,9% da população brasileira. A porcentagem equivale a 67 milhões de pessoas. Entre as mulheres, o índice é ainda maior, chegando a 50,4%.

Dos sedentários, 80,4% afirmam conhecer os riscos de não manter uma vida ativa, mas, mesmo assim, não se exercitam. Entre os motivos estão a falta de tempo ou de motivação e a simples preguiça.

O estudo comparou os dados do Brasil com os de outros países do mundo. Na Argentina, o sedentarismo atinge 68,3% da população. Nos Estados Unidos, 40,5%. Na Espanha, 35%. Em Portugal, 53%. Na Índia, apenas 15,6%.

Você já fez aulas de natação? Curtiu? Compartilhe sua experiência nos comentários! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
nado
esporte aquático
saúde
corpo

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ