Sem Lactose

03/07/2014 09:00 - Atualizado em 04/12/2016 01:29

Como fazer uma receita de curau de milho sem lactose

Curau de milho é conhecido como canjica em algumas regiões do Brasil.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você conhece o curau de milho? É um doce pastoso, também chamado de canjica, muito apreciado especialmente nas regiões sudeste e nordeste do Brasil. Em sua composição, além de milho verde, há leite de vaca, açúcar e canela em pó ou em casca. Mas essa delícia pode ser apreciada também por quem é intolerante à lactose, sabia?

Descubra o curau de milho

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

O curau de milho para intolerantes à lactose tem uma pequena diferença. Basta substituir o leite pelo colágeno hidrolisado. Além de manter o sabor do curau de milho, ainda vai enriquecer o seu valor nutricional e diminuir a carga glicêmica ado alimento. 

Intolerância à lactose

A lactose é um açúcar encontrado no leite e seus derivados, como queijo, requeijão, iogurtes e outros. Portanto, é uma substância muito comum na nossa alimentação, formada pela união da glicose com a galactose. Pessoas com intolerância à lactose têm deficiência na enzima lactase, que hidrolisa a lactose na mucosa intestinal.

O que acontece é que ela não é bem absorvida no intestino dos intolerantes, passando a ser fermentada, então, pelas bactérias do cólon. A consequência são sintomas abdominais como desconforto, gases , flatulências e até dores abdominais e inchaço na barriga. Fezes amolecidas e diarreia também são queixas comuns em quem é intolerante à lactose. Portanto torna-se muito desconfortável ingerir leite e derivados nessa condição, sendo o ideal buscar alternativas ou tomar medicações.

Colágeno hidrolisado

Na receita de curau de milho sem lactose, o ingrediente utilizado é o colágeno hidrolisado. Os seus benefícios à saúde são vários, como a manutenção da beleza, nutrindo os cabelos e pele e combatendo problemas estéticos comuns como a celulite e as estrias – problemas na elasticidade da pele.

O colágeno também fortalece os ossos e tendões, prevenindo a osteoporose e osteoartrite. O tipo hidrolisado ainda é 90% mais digerível do que o nativo, o que diminui o aparecimento de rugas e aumenta os benefícios.

Receita de curau de milho

Saiba como fazer o curau de milho sem lactose e com colágeno:

Ingredientes:

- 5 espigas de milho

- 350 ml de leite de coco

- 3 colheres de sopa de sucralose

- 2 envelopes de colágeno hidrolisado sabor abacaxi

- Canela a gosto para polvilhar

Modo de fazer:

Retire os grãos de milho e bata-os no liquidificador com o leite de coco. Passe pela peneira para extrair o "suco" do bagaço. Leve ao fogo com a sucralose, mexendo sempre, até engrossar. Apague o fogo e acrescente os envelopes de colágeno hidrolisado. Distribua em taças e polvilhe canela em cima.

Tempo de preparo: 30 minutos.

Rendimento: 5 porções.

Calorias por porção: 141 kcal.

História do curau de milho

O milho é base para muitas receitas típicas brasileiras, como bolos, pães, pamonha, broa, angu, biscoitos e o próprio curau. Na cultura indígena, sempre foi um alimento muito importante tanto para as tribos de língua Tupi quanto Jê.

Os Asurini, no Xingu, sempre tiveram no milho um produto básico na sua alimentação, consumido o ano todo. Já o mingau de milho fermentado é uma refeição fundamental em várias de suas cerimônias e rituais, como o turé, que se inicia na época das colheitas das primeiras espigas.

Assim como muitos outros aspectos da cultura brasileira, o curau de milho surgiu de uma miscelânea de influências. Uma delas é esse mingau indígena dos Asurini - a outra é o pudim europeu. E dessa mistura, surgiu o curau.

Gostou do texto? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ