Sem Açúcar

29/07/2014 09:00 - Atualizado em 05/12/2016 07:24

Tire suas dúvidas: Sucralose é 600 vezes mais doce do que o açúcar

Sucralose origina-se da cana-de-açúcar e não possui calorias.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já deve estar cansado de ouvir que o excesso de açúcar na sua dieta pode causar uma série de malefícios à sua saúde. Mas o que fazer, então, se você é uma pessoa que não abre a mão de um bom doce? A resposta pode estar na sucralose, um adoçante derivado da própria cana-de-açúcar que não possui calorias e tem um poder edulcorante cerca de 600 vezes maior do que o do açúcar de mesa.

sucralose
Sucralose é um dos adoçantes mais utilizados atualmente. Foto: Shutterstock

A sucralose é extraída através de um processo que tem vários estágios. O açúcar tradicional da cana vai sendo substituído gradativamente por três grupos de hidrogênio-oxigênio da molécula de açúcar e três átomos de cloro.

Isso resulta em um adoçante com o mesmo sabor do que lhe deu origem, mas com a enorme vantagem de não possuir calorias. A sucralose foi descoberta em 1976, resultado de uma investigação científica da companhia Tate & Lyle e do Queen Elizabeth College, de Londres.

Sucralose pode ser usado por quem tem diabetes

Entre as dúvidas mais comum de acaba de descobrir a sucralose está a seguinte pergunta: diabéticos podem consumi-lo? A resposta é sim. Isso porque ela não é reconhecida pelo organismo como açúcar e, portanto, não é metabolizada como fonte de energia.

Por esse motivo, os níveis de glicose no sangue não são afetados. O que, por sua vez, acaba com as chances de haver algum tipo de efeito nos hidratos de carbono e na secreção de insulina. Resumindo, é um adoçante plenamente adequado para pessoas portadoras de diabetes. Estes podem, portanto, incluir no seu cardápio bebidas e receitas de forno e fogão que utilizam a sucralose para adoçar a comida.

Consumo diário

Existe uma espécie de comissão mista, chamada JECFA, ligada à Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e à Organização Mundial da Saúde (OMS). O JECFA tem como propósito ser um órgão consultor que avalia aditivos alimentares.

Entre os itens analisados está o IDA, a estimativa de possibilidade de consumo diário de um produto, seja comida ou bebida, sem que isso represente danos à saúde do consumidor. De acordo com a comissão, para saber quanto você pode consumir de sucralose por dia, basta multiplicar o seu peso por 15. O resultado, em mg, é o que pode ser ingerido diariamente.

Uso da sucralose

E como podemos aproveitar, na prática, as vantagens mencionadas – não possuir calorias e não ser metabolizada pelo organismo? A sucralose é também extremamente versátil, podendo servir para substituir adoçantes como o xarope de milho (que tem alto conteúdo de frutose) e o próprio açúcar na maioria dos alimentos. Ela mantém o seu poder edulcorante mesmo sendo cozinhada a altas temperaturas.

Segurança

Outra dúvida primordial que você deve estar querendo saber: a sucralose é segura? Esse adoçante já foi estudado e submetido aos mais diversos e rigorosos órgãos de controle internacional de segurança alimentar. A conclusão de todos eles é que a sucralose é completamente segura.

Nem mesmo a presença de cloro na sua composição exige algum tipo de ressalva ou contraindicação. Essa substância, na sucralose, não se acumula no corpo – ao contrário, é a sua presença que impede que o adoçante seja considerado uma fonte de energia.

E aí, gostou do artigo? Então deixe seu comentário e compartilhe sua experiência no nosso fórum!

TAGS
adoçante
diabéticos
sucralose

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ