Sem Açúcar

15/03/2016 11:00 - Atualizado em 21/11/2016 09:34

Comidas diet podem atrapalhar a sua dieta

A falta de açúcar não significa que o alimento pode ser consumido à vontade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Eliminar aquelas gordurinhas exige comprometimento e algumas mudanças de hábitos. A substituição dos alimentos por comidas diet acaba sendo uma das primeiras atitudes, quando o objetivo é emagrecer. No entanto, o que muitas pessoas não sabem é que esses produtos nem sempre são as melhores alternativas.

Ao contrário do que muitos pensam, os dietéticos não são caracterizados apenas pela falta de açúcar, mas, sim, pela retirada total de algum nutriente. Pode ser o próprio açúcar, ou então sódio, proteína ou gordura. Saiba mais a seguir.

mulher num café da manhã sem comidas diet

Mitos e verdades sobre comidas diet

As comidas diet são, geralmente, destinadas a público específicos, como indivíduos que tenham diabetes ou hipertensão. Os pacientes acabam preferindo esses produtos não apenas na tentativa de perder peso, mas também para levar uma vida mais saudável.

Porém, especialistas alertam sobre os perigos da substituição de alimentos importantes do cardápio convencional. Especialmente por se tratarem de opções industrializadas, as comidas diet não devem tomar o lugar de frutas, verduras e legumes, por exemplo.

Além disso, muitas pessoas cometem o erro de aumentar as porções pelo fato de escolherem produtos diet. Como há uma porcentagem menor de gordura ou açúcar, elas acabam comendo mais do que consumiriam normalmente e, assim, acabam ingerindo mais calorias.

É preciso ter consciência de que, mesmo que determinado alimento exiba uma etiqueta de baixo teor de açúcar ou gordura, não está livre de outros nutrientes que podem aumentar o valor calórico.

Algumas armadilhas da dieta

Alguns alimentos acabaram se popularizando como aliados da dieta. Só que certas comidinhas, na realidade, podem se tornar grandes vilãs da sua alimentação. Confira:

Pão francês

Você provavelmente já sabe que o café da manhã é uma das refeições mais importantes do dia e aquele pãozinho quente dá mais disposição para começar a jornada. Porém, ele é um carboidrato refinado que, além de ser rapidamente absorvido pelo organismo, é pobre em nutrientes. Pode até oferecer uma sensação de saciedade momentânea, mas logo tende a lhe deixar com fome de novo.

Comida japonesa

Apesar de ser preparada com frutos do mar, vegetais e algas, essa culinária pode sabotar a sua dieta sem você perceber. Os alimentos têm base de arroz, que leva açúcar no preparo, além de contar com recheios calóricos e opções fritas.

Barrinhas de cereais

Driblar a fome com um barrinha de cereal? Cuidado: esse é um hábito perigoso. Elas são, de fato, opções para lanches ao longo do dia, mas chegam a possuir cerca de 100 calorias e, por isso, não devem ser consumidas à vontade. As com cobertura de chocolate, então, são ainda mais calóricas.

Vinho

Apesar de estudos comprovarem que uma taça diária pode trazer benefícios para a saúde, quem está de olho na balança deve ter cautela ao se servir. O vinho é bastante calórico, assim como outras bebidas alcoólicas, podendo contribuir para o aumento de peso.

Você costuma comprar comidas diet? Qual a sua opinião sobre o assunto? Deixe um comentário! Se gostou do artigo, não se esqueça de compartilhar com seus amigos nas redes sociais. E aproveite para continuar de olho nas dicas de alimentação do Vivo Mais Saudável.

TAGS
emagrecer
dieta restritiva
calorias
nutrientes

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ