Receitas Saudáveis

07/01/2015 08:29 - Atualizado em 02/12/2016 09:05

Veja como incluir gelatina saudável no seu cardápio

Antes, durante ou depois das refeições, a gelatina pode trazer diversos benefícios à saúde.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Uma pequena quantidade de pó em uma caixinha pode fazer milagres pelo seu organismo. A gelatina, um dos alimentos mais fáceis de preparar e de consumir, tem se mostrado um poderoso aliado na perda de peso e na manutenção da saúde do corpo. Seguindo dicas rápidas é possível incorporar essa sobremesa saudável no seu dia a dia e tirar proveito de seus benefícios.

Os benefícios da gelatina

Um dos benefícios mais interessantes da gelatina é para as pessoas que fazem dieta ou simplesmente querem manter o peso sem passar fome. Se consumida antes das refeições ela dá a sensação de saciedade e, desta forma, impede que exageros sejam cometidos à mesa. Por ter opção de sabores variados é uma ótima sobremesa. Leve e pouco calórica, contribui para que a pessoa se sinta satisfeita e opte por um alimento saudável após as refeições.

Gelatina

Por ser constituída de colágeno, ela tem como principal benefício dar firmeza à pele, cartilagens, acelerar o crescimento de unhas e cabelos, além de deixá-los forte e brilhantes. Também facilita a formação de massa magra deixando o corpo mais durinho desde que associada a exercícios físicos.

Porém, para obter benefícios estéticos, a gelatina de caixinha, dessas encontradas no supermercado, pode ser ineficaz. O ideal para esses casos é consumir gelatina hidrolisada vendida em pó e comercializada em saquinhos de 10g. Esse tipo de gelatina pode ser encontrado em farmácias de manipulação e convencionais.

A diferença entre a gelatina hidrolisada (ou colágeno hidrolisado) e a comum vendida no supermercado é que a primeira passa por um processo químico que a impede de solidificar. Desta forma pode ser incorporada em líquidos como chás, sopas, sucos ou iogurtes sem alterar a textura e o sabor do alimento.

Esses 10g diários, consumidos por um período igual ou superior a três meses, podem auxiliar pessoas que têm problemas nas articulações causados por cartilagens fragilizadas. Nesses casos, o colágeno da gelatina, ajuda a recompor essas estruturas.

É sabido que a produção natural de colágeno diminui a partir dos 25 anos. Incorporando gelatina diariamente, os vasos sanguíneos e até a fixação dentária são beneficiadas. Para quem passou por intervenções cirúrgicas, independentemente da idade, a gelatina é uma importante coadjuvante no processo de cicatrização e regeneração dos tecidos

Gelatina tem contraindicação?

Os profissionais de saúde são unanimes ao afirmar que a gelatina não tem contraindicação porém deve ser consumida com cuidado em alguns casos. Apesar de ter inúmeros benefícios, a gelatina não pode ser consumida em excesso e nem indiscriminadamente por qualquer um.

O inofensivo pó da gelatina hidrolisada pode causar problemas se a pessoa tiver dificuldades de absorver proteínas no organismo. Para essas, todo o consumo de proteína deve ter um acompanhamento especializado. Em geral isso ocorre com pacientes que sofrem de gota (doença que causa inflamações em articulações e tendões).

Para quem opta pela de caixinha, por ser um produto industrializado, contém alguns elementos que em demasia podem prejudicar mais do que ajudar. Os diabéticos, por exemplo, devem dobrar a atenção no consumo da gelatina. As apresentações normais contêm na maioria dos casos açúcar. Já a quantidade de sódio pode ser um problema nas versão diet que pode conter até 97mg por porção de 100g do preparo.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
alimentação
nutrição
cardápio

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ