Receitas Saudáveis

07/04/2015 04:35 - Atualizado em 08/11/2016 12:22

Evite o cardápio cancerígeno com dicas simples

Cuidado com a alimentação é fundamental para evitar o desenvolvimento de tumores.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os hábitos alimentares do brasileiro têm se tornado cada vez piores. Entre os principais riscos que essa má alimentação provoca está a formação de um cardápio cancerígeno, cada vez mais perigoso.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), a comida está entre as seis primeiras causas de mortalidade por câncer.

Em diversas regiões do país, os alimentos com fatores de proteção não são valorizados, tendo seu consumo abaixo do esperado. Uma pesquisa do Ministério da Saúde descobriu que uma em cada três pessoas come muita carne gordurosa e alimentos industrializados.

Saiba por que você deve cuidar de sua alimentação e quais alimentos podem causar câncer.

cancerigeno

Má alimentação pode causar câncer

Carnes industrializadas

Um cachorro-quente, um aperitivo de linguiça e até aquele macarrão à carbonara são perigosos. As carnes processadas, como a salsicha e o bacon, estão entre os principais alimentos do cardápio cancerígeno. Repletos de nitritos e nitratos, eles provocam mutações no estômago e podem alterar o material genético.

Grande parte dos tumores gastrointestinais é causada pelas carnes industrializadas. A multiplicação das células fica desordenada e leva ao desenvolvimento de câncer. Por isso, cuidado. Se for consumir algum desses alimentos, tenha garantia da procedência e da qualidade. Mas, sempre que possível, evite.

Comida instantânea

Chegou em casa com fome e não tem tempo de preparar uma refeição caseira? Então provavelmente você escolherá algum alimento cancerígeno, afinal grande parte dos congelados é assim. Pizzas, iscas, empanados, carne seca, lasanhas e outros produtos para freezer são repletos de sal para conservação, o que os torna altamente perigosos.

Além dos congelados, macarrão instantâneo, pipoca de micro-ondas e outros do gênero podem lesionar as células da parede do estômago, quando consumidos em quantidade superior a 5g diários. De acordo com o Instituto do Câncer de São Paulo, essa lesão modifica a produção celular e provoca tumores.

Agrotóxicos

Então você busca um estilo de vida mais saudável, longe de tudo o que é cancerígeno? Está pronto para comer aquela maçã bem vermelha? Cuidado. Ela pode ser tão prejudicial quanto um veneno de pragas.

Aliás, é isso mesmo que você estará consumindo, se não verificar a procedência da fruta. Muitas vezes, os conservantes são aplicados em sementes e acabam entrando na composição do alimento.

Evite o alimento cancerígeno

Não é nada fácil se manter longe dos alimentos cancerígenos. Eles estão por toda parte e ameaçam nossa saúde. Mas não precisamos ficar tão alarmados. Em pouca quantidade, eles não fazem tanto mal. Só é necessário cuidado diário na alimentação.

Segundo informações do Ministério da Saúde, a presença de verduras, frutas e hortaliças no cardápio dos jovens ainda é tímida, mas está crescendo. Cerca de 30% dos brasileiros acima dos 18 anos comem vegetais cinco vezes por semana ou mais.

Um dado preocupante é a baixa no consumo de feijão, alimento rico em ferro e fibras. Em quatro anos, a queda de presença desse alimento na mesa dos brasileiros foi maior que 5%.

No próximo dia 8 de abril é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer, então aproveite para comer um feijão com arroz e carne magra. De sobremesa, está liberada qualquer fruta, de preferência de origem orgânica.

Gostou das dicas de alimentação? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
carnes
cardápio
câncer
dieta saudável

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ