Receitas Saudáveis

16/12/2014 04:26 - Atualizado em 14/11/2016 02:13

Dietas proteicas: Descubra como elas funcionam

Com a inclusão de proteínas magras no cardápio, as dietas proteicas emagrecem e trazem saciedade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Em alta entre os programas de reeducação alimentar da moda, as chamadas dietas proteicas englobam uma alimentação rica em proteínas e carboidratos com baixo índice glicêmico. Ao deixar de lado doces e gorduras, os ganhos aparecem em pouco tempo. Mas é importante contar com a ajuda de um nutricionista, profissional que conhece bem as suas necessidades.

Saiba mais sobre as dietas proteicas

A proteína escolhida deve ser magra, ou seja, priorize alimentos como filés de frango, de peixe e carnes sem gordura. Outros aliados, como o whey protein, são formas de diversificar o consumo das proteínas. Esses shakes são ricos na substância e garantem que uma refeição saborosa e nutritiva. 

/dietas_proteicas

Ao diminuir a vontade de comer tudo o que se vê pela frente, as proteínas trazem mais saciedade do que o carboidrato. “O consumo maior de proteínas resulta em maior perda de peso e a primeira hipótese é no que se refere à saciedade; uma vez que a proteína proporciona maior saciedade quando comparada com o carboidrato”, comenta a nutricionista Renata Rodrigues de Oliveira.

Considerado um alimento termogênico, o efeito térmico da proteína é maior do que o do carboidrato, podendo essa diferença ser até 20% maior dependendo do tipo de proteína e de carboidrato. Ou seja, se você quer emagrecer, tente consumir um tipo de proteína a cada refeição.

Exemplo de cardápio das dietas proteicas

As dietas proteicas envolvem alimentos com baixa gordura, proteínas magras e carboidratos de baixo índice glicêmico. Confira uma opção de cardápio para a sua dieta.

Café da manhã

- 1 copo de 200 ml de leite desnatado e 2 colheres de sopa de whey protein + 2 fatias médias de queijo minas frescal light 0% de gordura + 2 fatias de presunto magro

Lanche da manhã

- 1 pote de 100 g de iogurte desnatado

Almoço

- Opção 1: 1 filé (120 g) de frango grelhado + salada mista (agrião, alface, espinafre, pepino, rabanete e brotos de feijão e alfafa) + 3 colheres de arroz integral.

- Opção 2: 1 filé (120 g) de filé mignon grelhado + salada verde (alface, rúcula e agrião) + 3 colheres de arroz integral.

- Opção 3: Salada completa: 4 colheres (sopa) de atum e folhas verdes de sua preferência + 3 colheres de arroz integral.

Lanche da tarde

- 1 pote de 100 g de iogurte desnatado e 2 colheres de sopa de whey protein.

Jantar

- Opção 1: Omelete: 1 gema e 2 claras com 2 xícaras de brócolis cozidos no vapor.

- Opção 21 filé de 200 g de peixe ou 1 peito de 120 g de frango grelhado + Ssalada de folhas verdes de sua preferência, à vontade.

Dicas de alimentação

Algumas dicas podem potencializar as ações das dietas proteicasAlém de comer proteínas em todas as refeições, tente comer de três em três horas. Essa atitude faz com que o seu organismo funcione bem e consuma a energia contida nos alimentos.

Para hidratar o corpo, tanto nas dietas proteicas quando nas dietas normais, você necessita beber pelo menos 2 litros de água por dia. Uma dica simples para aumentar o consumo é beber 200 ml de água a cada meia hora.

Para aliviar a vontade de comer doces, aposte nas frutas. Para fazer um mousse de whey, misture um scoop de whey, 3 morangos, 100 ml de iogurte e um pacote de gelatina. Guarde na geladeira e aproveite.

Pronta para experimentar essa dieta? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
dieta
emagrecer
nutrição
proteínas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ