Receitas Saudáveis

14/04/2015 10:39 - Atualizado em 29/09/2016 01:00

Dieta para gestante deve ter mais vegetais e chás

A alimentação saudável e balanceada durante a gravidez evita problemas para mãe e bebê.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quando engravidam, muitas mulheres pensam que podem comer de tudo e cometer excessos sem culpa. Porém, os cuidados com a alimentação devem ser redobrados durante a gestação, fornecendo os alimentos necessários para a formação do bebê de forma balanceada e controlada. A dieta para gestante deve ser saudável e com porções moderadas.

Além de fornecer as vitaminas e nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê, a dieta adequada também garante mais saúde para a futura mamãe. O cardápio ajuda a controlar o ganho de peso, diminuir o inchaço e aliviar dores e outros incômodos comuns durante a gravidez.

dieta para gestante

Importância da dieta para gestante

A dieta para gestante deve ter porções com todos os grupos alimentares, divididos em seis refeições diárias.

Os nutrientes mais importantes para a saúde da mãe e do feto são o ferro, que melhora o volume e a qualidade do sangue, o ácido fólico, que estimula a multiplicação e renovação celular, o cálcio, base para ossos e dentes, e a vitamina D, que ajuda na absorção do cálcio.

Já as proteínas constroem os tecidos da criança, sendo mais indicadas as de origem animal (carnes, aves, peixes, ovos e laticínios), pois têm valor nutricional maior que as de origem vegetal (lentilha, feijão, ervilha e outros grãos). Os carboidratos e os lipídeos (açúcares e gorduras) também são importantes, pois fornecem energia.

Um dos principais incômodos enfrentados pelas gestantes é a retenção de líquido, que acomete os membros inferiores, causando inchaço, indisposição e outros problemas. Por isso, o cardápio deve conter muitos vegetais, principalmente os verde-escuros, que são diuréticos e ricos em magnésio, clorofila e antioxidantes, que ajudam na circulação sanguínea.

Além disso, é fundamental diminuir a ingestão de sal e beber bastante líquido. O ideal é ingerir cerca de dois litros de água por dia, complementando ainda com chás diuréticos, como capim-limão e dente-de-leão. Isso evita a retenção de líquidos e ainda colabora para o bom funcionamento dos rins.

Outro objetivo da dieta para gestante é controlar o ganho de peso durante os nove meses, que deve oscilar entre 10kg e 12kg. O ganho excessivo de peso na gravidez torna mais difícil voltar ao peso normal após o parto, além de aumentar os riscos de a mãe desenvolver diabetes gestacional e alterações da pressão sanguínea, precisando fazer uma cesariana.

O consumo diário de frutas como uva, maçã, maracujá, limão, pêssego e abacaxi, por exemplo, ajuda na manutenção do peso e também tem função diurética. É essencial, ainda, evitar a ingestão de alimentos industrializados como embutidos, processados, em conserva e refrigerantes.

Esses cuidados com a dieta para gestante também estimulam o funcionamento dos sistemas digestivo e nervoso, trazendo benefícios para todo o organismo e proporcionando mais bem-estar. Manter uma alimentação saudável ainda melhora o aspecto da pele, evitando problemas como estrias, manchas e outras alterações comuns na gravidez.

Dicas de dieta para gestantes

Para montar um cardápio adequado na dieta para gestante, é importante sempre buscar orientação profissional, como o acompanhamento de um nutricionista durante toda a gestação.

Em geral, é indicado que a dieta contenha porções diárias de grãos integrais, como arroz, pão, macarrão, granola ou aveia, e também derivados do leite. Além disso, as proteínas (frango, carne vermelha, peixe, feijão, soja ou ovos) devem estar presentes nas principais refeições do dia - sem esquecer dos vegetais.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E lembre-se de que sempre tem novidade para mamães e bebês aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
cardápio saudável
gestação
retenção de líquidos
controle do peso

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ