Receitas Saudáveis

03/08/2015 06:00 - Atualizado em 25/11/2016 05:17

Delícias da cultura nordestina levam sucesso ao restaurante Mocotó

Fundado por Zé Almeida e de responsabilidade atual do filho Rodrigo, restaurante nordestino é a sensação de São Paulo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Baião de dois, torresmo, tapioca e outros pratos típicos da cultura nordestina são sucessos do restaurante Mocotó, localizado em São Paulo. Por trás dessas delícias, estão as mãos do jovem Rodrigo Oliveira e do pai Zé Almeida, fundador do estabelecimento. Para a Semana da Cultura Nordestina, conheça a história da transição de pai para filho e aprenda receitas maravilhosas. 

Você sabe seu peso ideal? Faça o teste e descubra

Esqueça a sofisticação de muitos dos restaurantes de São Paulo. O tradicional Mocotó, localizado na Vila Medeiros, zona norte de SP, preserva a cultura nordestina com um cardápio variado e digno de lamber os beiços. Essa vitalidade se deve a seu Zé Almeida, que inaugurou o estabelecimento em 1973, e do filho Rodrigo Vieira, atual proprietário.

Há onze anos, Rodrigo assumiu os negócios da família. Para chegar ao posto não foi algo tão simples, já que seu Zé Almeida desejava outra profissão para o filho. “Eu e a Lourdes sempre quisemos que Rodrigo seguisse uma carreira mais sossegada, mas ele veio chegando de mansinho, modificando umas coisas aqui, e quando demos fé, estava tudo diferente”, afirma o pai.

Pensamentos de duas gerações diferentes, mas com o meso propósito: atrair o público. “Para fazer do antigo “bar” do seu Zé Almeida o Mocotó de hoje não foram poucos os atritos entre os meus sonhos e as convicções do meu pai. Dessas, algumas são meu norte até hoje: não gastar mais do que o possível, pensar no conjunto. Eu nem gosto de falar do tanto que ele ajuda pessoas que passam pelo Mocotó, amigos, funcionários, porque pode parecer mentira, mas essa lição ele me deu, e o melhor: pratica até hoje.

Com o sucesso do restaurante recorrente da tradição familiar, Rodrigo não descarta a possibilidade de que as três filhas possam assumir o comando da cozinha algum dia. “Maria Flor já mostra um interesse real pela cozinha, mas ela tem apenas 5 anos. Se alguma delas tiver interesse mesmo pelo negócio, vamos conversar muito. Mas claro, elas terão autonomia e apoio sejam quais forem suas escolhas”, enfatiza Rodrigo.

Conheça Vivo Nutrição e equilibre seu cardápio!

Receitas do Mocotó

Veja algumas receitas do Mocotó e comemore a Semana da Cultura Nordestina com muito sabor! Hmmmm!

Tapioca de Couve com Carne-Seca e Requeijão

Ingredientes para a massa: 

- 500g de polvilho doce

- 300ml de suco concentrado de couve (sem açúcar)

- Uma pitada de sal

Ingredientes para a carne-seca:

- 350g de carne-seca cozida e desfiada

- 01 cebola-roxa

- manteiga-de-garrafa

- cheiro-verde

- 200g requeijão cremoso

Para finalizar:

Pimenta biquinho cortada ao meio

Modo de Preparo:

- Hidrate o polvilho com o concentrado de couve e uma pitada de sal. A quantidade de líquido pode variar de acordo com o polvilho. Reserve;

- Numa frigideira puxe a cebola cortada em rodelas na manteiga-de-garrafa, acrescente a carne-seca já dessalgada, cozida e desfiada e frite um pouco mais. Para finalizar acrescente o cheiro-verde generosamente. Reserve aquecida;

- Aqueça a tapioqueira e espalhe a massa peneirada uniformemente até ter um disco de aproximadamente 2mm de espessura;

- Sobre a massa coloque o recheio de carne-seca e o requeijão. Espalhe algumas pimentas biquinhos. Dobre ao meio e sirva imediatamente.

Dica:

Se a massa ficar borrachuda significa que está muito úmida, então acrescente um pouco de polvilho. Se estiver quebradiça precisa de um pouco mais de liquido, então adicione um pouco mais de água.

Saiba Mais
Prepare 3 receitas com frutas do Nordeste
Tapioca fit garante energia para o seu treino
Receita saudável: aprenda como preparar um torresmo light

Peixada de Pintado

Ingredientes para o molho:

- Tomate (bem maduro) 6unid.; 

- Cebola 01 unid.;

- Pimentão 01 unid.;

- Alho 03 dentes;

- Pimenta dedo-de-moça 01 unid.;

- Gengibre ralado 01 colher de chá;

- Castanha de caju 50g; 

- Leite de coco 500ml; 

- Água de coco 500ml; 

- Coloral 01 colher de chá;

- Azeite 150ml; 

- Cabeças de pintado 4 unid.;

- Suco de limão cravo 80ml; 

- Sal Q.B.

Modo de Preparo:

- Processe todos os ingredientes (menos o limão e as cabeças), coe e leve para cozinhar com as cabeças por 10 min. após a fervura; 

- Junte o suco de limão, acerte o sal e coe novamente;

- Resfrie e reserve.

Para o Pintado:

Porcione, tempere com sal e limão e cozinhe no próprio molho.

Para a finalização:

Coentro fresco, tomate cereja, cebola pérola e pimenta Cambuci. Sirva com arroz branco e farofa de castanha e coco queimado.

Gostou? Deixe seu comentário e fique ligado na fanpage do Vivo Mais Saudável no Facebook para ficar por dentro das novidades!

TAGS
nordeste
cultura nordestina
tapioca
peixada
restaurante mocotó

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ