Receitas Saudáveis

31/03/2015 01:00 - Atualizado em 10/10/2016 04:23

Boa alimentação começa com atitudes simples

Respeite seu organismo e siga uma alimentação saudável na sua rotina.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Não confunda alimentação saudável com dieta. Alimentar-se bem é essencial para o bom funcionamento do corpo, evita doenças e também pode ser uma ótima maneira de emagrecer com saúde. Adotar uma boa alimentação é viver com mais qualidade de vida.

Segundo a nutricionista funcional Marcela Reis, a boa alimentação é fracionada e permite que a pessoa faça várias refeições ao longo do dia.

“É preciso que seja uma refeição que contenha todos os grupos alimentares, como proteínas magras, carboidratos complexos (aqueles que contêm fibra) e gorduras boas. É uma alimentação que respeite os horários e as preferências da pessoa”, aconselha.

boa alimentacao

O que define uma boa alimentação

A nutricionista indica que, primeiro, é necessário pedir orientação de um profissional. “Não adianta fazer a dieta que deu certo para a sua amiga, seu marido ou sua vizinha. Cada organismo é único e tem as suas necessidades distintas”, alerta Marcela.

Ela indica que, com o equilíbrio das vitaminas e dos minerais, é possível manter o corpo fora de uma zona de desgaste. Quando você come bem, as chances de ter um pico de glicose ou de acumular gordura abdominal, por exemplo, são mínimas.

“O intestino funciona bem. A gente dorme melhor e até o emocional funciona melhor. Comer bem traz um prazer, um bem-estar físico e mental indispensáveis”, destaca.

Marcela também lembra que se alimentar sem cuidado é um prejuízo para a saúde como um todo. “A pessoa corre o risco de ter obesidade ou perda muscular excessiva. Ela pode desenvolver algumas alterações fisiológicas e metabólicas, como diabetes, colesterol e hipertensão”, explica.

E não confunda jejum com emagrecimento rápido. A nutricionista afirma que o alimento é fonte de energia para o nosso organismo. Se você fica muito tempo sem dar essa energia ao organismo, ele é obrigado a buscá-la de alguma forma.

“Normalmente ele pega essa energia no músculo. Você acaba perdendo massa muscular, ficando flácido, com o metabolismo lento. Você obriga o organismo a trabalhar em situação de estresse”, garante.

Alimentação saudável

Não esqueça que, para alcançar uma boa alimentação, é preciso que você organize suas refeições. Procure se alimentar pelo menos cinco vezes ao dia, com intervalos de cerca de três horas.

Café da manhã

Para começar o dia, prefira sucos naturais, pães integrais, cereais (aveia, granola), frutas, leite, queijo magro e peito de peru. Faça combinações de frutas, carboidrato e proteína.

Almoço

O prato ideal é aquele que agrupa carboidratos, proteínas, verduras e legumes. Dê preferência ao arroz integral e a carnes magras. Coma muita verdura crua e legumes cozidos no vapor. Prefira também os alimentos assados, grelhados e ensopados.

Evite frituras e a ingestão de refrigerantes durante a refeição. Escolha suco natural ou água e coma uma fruta de sobremesa.

Jantar

Deve ser a refeição mais leve e de fácil digestão. Sopas, saladas, caldos, lanches naturais e omeletes são os alimentos mais indicados para se consumir à noite.

Lanches

Os lanches servem para saciar a fome entre as refeições e para não passar muitas horas com o estômago vazio. Não exagere: prefira barras de cereais, frutas, amêndoas, castanhas, nozes ou sucos naturais.

Tem mais alguma dica para uma boa alimentação? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
saúde
qualidade de vida
nutrição
cardápio saudável

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ