É Bom Pra Quê?

19/04/2015 10:09 - Atualizado em 24/11/2016 09:16

Uva protege o coração e diminui chances de câncer

Rica em vitaminas e fibras, a fruta também é aliada na prevenção de má formação fetal.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com o outono chega a uva, uma fruta composta 80% por água e repleta de benefícios para a saúde. Nela, está presente a pectina, uma substância que ajuda a eliminar toxinas e radicais livres do corpo. Quer prolongar a juventude? O fruto das parreiras é um excelente antioxidante que combate o envelhecimento precoce.

Porém, apesar de ser tão benéfica para o organismo, ela deve ser consumida com moderação. Seu alto valor calórico pode não contribuir muito para a dieta. Rica em açúcar, ela é um potente energético repleto de glicose e frutose.

Pessoas com baixo índice de açúcar no sangue, estudantes, crianças e atletas podem encontrar na uva um bom alimento para seu cardápio. Quer saber por quê? Confira.

uva

Uva para todos?

Além de ser repleta de vitaminas do complexo B e C, a uva é fonte de minerais como ferro, potássio e cálcio. Em sua composição estão carboidratos que proporcionam mais disposição e bom humor durante o dia. Quando de coloração mais escura, é um excelente antioxidante que combate diversos tipos de câncer.

Na casca da fruta, há uma substância protetora do coração, o resveratrol, que combate os níveis de colesterol e reduz a formação de coágulos no sangue, prevenindo também contra a trombose. Seja in natura, em sucos integrais ou  no vinho, as uvas são alimentos bastante funcionais e podem ser consumidas em até dez unidades ou 200ml de suco por dia.

No caso de diabéticos e obesos, a ingestão da fruta deve ser moderada. O suco de uva integral, por exemplo, possui aproximadamente 140kcal por copo, o que contribui para o aumento da gordura abdominal. Porém, apenas uma porção não faz diferença e pode oferecer todos os benefícios necessários. Já os vinhos devem ser controlados, em função do teor alcoólico.

Benefícios da fruta

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo moderado de vinho equivale a 200ml para mulheres e 300ml para homens, e deve ser feito no máximo cinco vezes por semana. Tanto o tinto quanto o branco agem sobre o colesterol, combatendo a aterosclerose, doença que faz a gordura se acumular nas paredes arteriais.

Na prevenção do câncer, a uva é eficaz em função das proantocianidinas, que combatem a oxidação do organismo e são eficientes contra o câncer de próstata, de pele, de cólon e de mama. Ela também possui compostos fenólicos, que evitam a formação de tumores.

Os taninos, flavonoides e antocianos presentes na fruta são componentes que provocam a vasodilatação e evitam que sedimentos fiquem acumulados no sangue. Além disso, eles combatem a arteriosclerose e outros problemas do coração.

Para o estômago, as uvas podem prevenir a prisão de ventre, pois possuem riqueza de fibras e funcionam como laxantes.

Contra infecções, as uvas possuem propriedades que combatem bactérias e vírus, limpando o sangue e os órgãos. Melhoram, inclusive, as atividades do cérebro e a capacidade cognitiva, sendo utilizadas para evitar a manifestação da doença de Alzheimer.

Para as gestantes, as frutas de cor mais roxa contribuem para a boa formação do feto e para a divisão celular nos primeiros três meses.

E você, como prefere consumir a uva? Conte nos comentários! E aproveite para conferir nosso especial Você Mais Saudável - Alimentação. Você já sabe: sempre tem novidade aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
vinho
antioxidante
coração
câncer

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ