É Bom Pra Quê?

02/05/2015 12:23 - Atualizado em 24/11/2016 06:58

Pistache fornece energia e ajuda a manter o peso

Coração e organismo ficam mais protegidos com os benefícios dessa oleaginosa.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Apesar do seu alto valor calórico, o pistache é uma das oleaginosas mais recomendadas para manter o peso. De tamanho pequeno, ele é como uma castanha encoberta por uma concha. Quando seu consumo é moderado, pode inclusive ajudar no emagrecimento e na redução de medidas.

De acordo com uma pesquisa da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, comer uma porção de 30g por dia faz bem ao coração. A oleaginosa reduz o colesterol ruim (LDL) e mantém o organismo limpo de radicais livres. Além disso, evita o entupimento das veias, graças aos fitoesteróis presentes na composição. Veja por que você incluir o pistache na dieta.

pistache

Benefícios do pistache

Não importa se está torrado, salgado ou misturado na salada. Qualquer meio de consumo do pistache já permite absorver seus inúmeros benefícios. No entanto, o sorvete feito com a oleaginosa deve ser ingerido com muito cuidado, pois além de bastante gorduroso, tem alto teor de açúcar e de calorias.

Em apenas 100g, estão presentes aproximadamente 570kcal, o que garante energia, mas pode pesar na balança. Além disso, a oleaginosa é rica em carboidratos, gorduras, proteínas e fibras dietéticas, o que a torna excelente na dieta de quem frequenta assiduamente a academia e precisa de um gás depois do treino.

Na composição, encontram-se vitaminas e minerais como ferro, zinco, magnésio e cálcio. Livre de sódio, ele é excelente para pessoas com problemas de coração. Além de reduzir o colesterol ruim (LDL), possui gorduras boas e aumenta o colesterol saudável (HDL).

Fonte de ácidos graxos monoinsaturados, também é antioxidante e proporciona maior eficiência do funcionamento cardíaco.

Por ser fonte de gorduras boas e garantir uma boa quantidade de energia com seu valor calórico, o pistache tem as chamadas gorduras solúveis, que não se acumulam tão facilmente e podem ajudar na perda de peso. No entanto, é necessário praticar alguma atividade física para potencializar o efeito.

Organismo protegido contra o câncer

As fibras dietéticas do pistache ajudam a digerir os alimentos, fortalecendo o intestino. Também auxiliam no desenvolvimento das bactérias que beneficiam a digestão. Para os diabéticos, ele reduz o nível de glicose no corpo quando ingerido após as refeições, o que diminui a presença de açúcar no sangue.

A vitamina B6 da oleaginosa ajuda a formar ácidos aminados, que se desenvolvem nas aminas e funcionam como neurotransmissores. Outro produto dessa vitamina é a mielina, sintetizada pela B6. Ela é responsável por isolar a fibra nervosa para que ocorra o transporte adequado para os impulsos do sistema nervoso.

Outra função da vitamina B6 para o sistema nervoso é produzir a serotonina e a melatonina, que reduzem a tensão e aumentam a sensação de bem-estar.

Contra o câncer, a oleaginosa é um potente antioxidante. Os carotenos e a vitamina E presentes nela ajudam a proteger o organismo dos radicais livres que oxidam. Além disso, ela possui o gama-tocoferol, uma substância que inibe radiações nocivas de penetrarem na pele.

É assim que as pessoas que comem pistache regularmente têm o pulmão, a pele e a próstata mais protegidos das células cancerígenas.

Gostou das dicas de alimentação? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
energia
nutrição
vitaminas
minerais

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ