É Bom Pra Quê?

16/10/2015 06:00 - Atualizado em 21/11/2016 07:38

Dia Mundial da Alimentação: Aprenda a não desperdiçar seu alimento

Segundo o representante da Fao, Alan Bojanic, o Brasil é ótimo produtor de alimentos, mas o brasileiro tem o costume de deixar comida no prato.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Todos os dias milhares de alimentos são desperdiçados nas lixeiras. Triste, não é? No Dia Mundial da Alimentação, comemorado em 16 de outubro, o Vivo Mais Saudável conversou com Alan Bojanic, representante da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) sobre a produção de alimentos no Brasil e a quantidade desperdiçada nas nossas mesas. Leia e reflita!

1. Como o Brasil ajuda outros países com programas de agricultura e produção de alimentos?

Nos últimos cinco anos, a FAO arrecadou 70 milhões de dólares em projetos de cooperação em países da África e América Central para fortalecer as instituições de compras de alimentos e pequenos produtores para fornecer alimentos. O esquema é o seguinte: o programa compra alimentos do produtor, que leva para as escolas. 

2. Qual é a classificação do Brasil como produtor de alimentos?

Podemos classificar o Brasil como um grande exportador de alimentos. São cerca de 200 milhões de toneladas exportadas por ano. Se formos colocar no papel, em primeiro lugar estão os EUA, e o Brasil "briga" com a União Europeia na segunda posição, mas isso depende do tipo de produto. O Brasil é ótimo produtor de grãos, como também de frango.

3. Qual é a quantidade de áreas desocupadas brasileiras que poderiam servir para produção de alimentos?

São cerca de 157 milhões de hectares em extinção que não são incorporadas, ou seja, cerca de 30% de áreas desocupadas. Podemos calcular a área de um animal bovino para cinco hectares. A ideia é intensificar a produção.

4. Qual é o papel da FAO na luta contra a fome?

Apoiar os governos para que coloquem o tema da segurança alimentar é a redenção da fome no mundo, na formação de políticas. Vamos trabalhar com governos para atingir esses grandes objetivos. O Brasil tem papel para apoiar outros países menos favorecidos e, felizmente, saiu ano passado do mapa da fome. 

Saiba Mais
Alimentação e descanso são segredos de uma pele saudável
Garanta uma alimentação equilibrada para seu filho
Alimentação saudável para crianças: Como fazê-las comer direitinho

5. Em outra entrevista, você afirmou que o mundo vai precisar muito do Brasil. Por que isso?

O Brasil é rico em quatro grandes aspectos. Em primeiro, pelas terras disponível, o solo, recursos naturais. Em segundo lugar, está a questão do conhecimento. O Brasil tem desenvolvido muito para uma agricultura sustentável, estamos bem na frente para novas tecnologias. Também podemos dizer que temos políticas de segurança alimentar, foi um dos países que mais reduziu a fome no mundo. E por último, as participações bem-sucedidas das cooperativas.


6. Como você analisa a quantidade de alimentos desperdiçados no país?

O brasileiro desperdiça demais os alimentos, e mais da metade acontece dentro dos domicílios. Nós compramos mais do que consumimos, deixamos alimentos passar da data de vencimento, deixamos comida nos pratos. No Brasil, entre 10% a 20% dos produtos são desperdiçados


7. Você acha que o brasileiro come muito mal?

Acho que não. O brasileiro consome alimentos bem nutricionais como feijão e carne. O problema está no excesso de consumo, pois costumamos a colocar mais sal e açúcar do que o normal. Poderíamos consumir cinco gramas de açúcar num café, mas colocamos 10 gramas. Quer outro exemplo, nós costumamos a comprar 10 bananas porque está mais barato no supermercado, mas vamos consumir apenas uma. Consequentemente, o alimento vai estragar por causa do excesso.

Não desperdice! Faça uma receita saudável com resto de ingredientes

Muitas pessoas fazem cara feia para o chuchu, mas ela pode ser nutritiva e saborosa. Depois de fazê-la, sobra aquela casca que imediatamente vai para lixo, não é? Pois você pode reaproveitá-la e fazer um prato saboroso. Que tal um assado de cascas de chuchu? Hmmm... bateu aquela fome, né.

O prato feito pela cozinheira Jussara Osório, do Abrigo Santa Luzia, integra uma das receitas que será apresentada na comemoração dos 15 anos do Mesa Brasil Sesc, programa que recebe doações de alimentos e os distribui a instituições de atendimento social. Vamos lá?

Assado de cascas de chuchu

Ingredientes:

- 4 xícaras de chá de cascas de chuchu, bem lavadas, picadas e cozidas;

- 2 colheres de sopa de queijo ralado;

1 xícara de chá de pão amanhecido molhado na água ou no leite;

1 cebola pequena;

1 colher de sopa de óleo;

2 ovos inteiros batidos;

1 pitada de sal.

 

Modo de preparo:

Bata as cascas no liquidificador até formar uma massa. Coloque a massa em uma vasilha e misture o restante dos ingredientes. Unte um pirex ou forma com óleo ou margarina. Despeje a massa e leve ao forno para assar até que esteja dourada. Sirva quente ou frio.

Rende de 10 porções de 95g.


E você, costuma reaproveitar seus alimentos? Deixe seu comentário.

Vivo Mais Saudável.

Informação que faz bem.

TAGS
dia mundial da alimentação
receita saudável
chuchu

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ

Veja Também